Pesquisador do Sul ajuda a desvendar Covid assintomática

Professor Danillo Augusto, da UFPR, faz parte de consórcio internacional
Em artigo na Nature, pesquisadores descreveram descoberta de variante genética que ajuda sistema imunológico a combater o Sars-Cov-2 antes que cause sintomas

Os resultados de um estudo publicado na revista Nature revelou o motivo de algumas pessoas não apresentarem sintomas de Covid-19 quando infectadas. Os resultados mostraram que a presença de uma variante genética prepara o sistema imunológico para combater rapidamente o vírus Sars-Cov-2, que causa a doença, acabando com a infecção sem causar sintomas. A variante foi identificada em um conjunto de genes que regula nosso sistema de defesa, chamado HLA (do inglês Human Leukocyte Antigen). Quando temos uma infecção, esses genes são capazes de guardar cópias de partes de vírus, bactérias ou protozoários, formando uma memória imunológica que permite que as células T, uma das células de defesa, consigam identificar e eliminar esses microrganismos.

O professor Danillo Augusto, do Departamento de Laboratório de Genética Molecular Humana da UFPR (LGMH), participou do estudo. "As células T reconhecem partículas virais apresentadas pelas moléculas HLA, e montam uma resposta imune contra essas partículas. Dessa forma, quando uma célula tiver infectada, as células T vão perceber a presença dessa partícula e matá-la. Uma vez que a célula T reconheceu uma partícula uma vez, elas criam um mecanismo de memória imunológica, de forma que na próxima vez que elas encontrarem essa partícula viral a resposta será mais rápida e eficaz", explica. Acompanhe no infográfico abaixo o mecanismo genético por trás da Covid assintomática. O material foi disponibilizado pela UFPR.

Veja mais notícias sobre SaúdeCoronavírusBrasilParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/