Mercado pet em crescimento estimula investimentos em tecnologia hospitalar

HVB triplica a capacidade de atendimento e de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade
Ao completar 15 anos, o Hospital Veterinário do Batel investe R$ 2,5 milhões em equipamentos de ponta para UTI e salas cirúrgicas

Um investimento de R$ 2,5 milhões em tecnologia, com a aquisição de equipamentos inéditos em Curitiba, tornou possível ao Hospital Veterinário do Batel (HVB) triplicar a capacidade de atendimento e de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade. A ampliação do centro hospitalar, que completa 15 anos de atividades, acompanha o crescimento do mercado pet. Nos últimos dois anos, com aumento da adoção de animais de estimação, ele avançou 30% e fatura R$ 50 bilhões ao ano no país.

A médica veterinária Raquel Sillas, diretora do HVB, observa que o Brasil já ocupa o sexto lugar em importância no mercado pet mundial e vem mais expansão por aí, o que animou o HVB em seu projeto de modernização. Ela conta que a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está entre os grandes diferenciais do hospital, oferecendo uma estrutura robusta – com os únicos ventiladores da cidade para tratar quadros de insuficiência respiratória aguda –, equipada com equipamentos de última geração e ambiente acolhedor e aconchegante para os pets e seus tutores.

A unidade também está equipada com ultrassom beira leito, que permite fazer avaliação de imagem, inclusive hemodinâmica, 24 horas por dia. "Essa estrutura de ponta, associada aos cinco veterinários diaristas e mais um coordenador, nos permite atender a uma demanda intensa", revela Daniel Cooper, médico veterinário e chefe da UTI. Além da UTI, o centro cirúrgico recebeu melhorias que podem ser comparadas às dos melhores hospitais especializados no atendimento a humanos.

Referência em cirurgias de alta complexidade, cirurgias de urgência e emergência, assim como procedimentos eletivos, o HVB ganhou três mesas cirúrgicas que poderão ser usadas ao mesmo tempo, equipadas com carrinho de anestesia, monitores multiparamétricos e focos cirúrgicos de alta qualidade. Atualmente, o centro cirúrgico realiza cerca de 3 mil procedimentos por ano, número que pode ser triplicado.

Novas parcerias
Juntar-se às referências de mercado em algumas especialidades também é uma estratégia adotada pelo HVB que inaugurou nos primeiros dias de 2022 uma ala exclusiva para atendimento de fisioterapia, comandada pela franquia Mundo à Parte. "É um serviço consolidado em diversos estados do Brasil e no exterior, como Argentina, Colômbia, Portugal, com mais de 200 unidades. É um parceiro muito forte e reconhecido no segmento", conta a diretora do HVB.

Com a parceria e a ala específica para fisioterapia a expectativa é de aumentar em 40% o número de atendimentos, já que os pacientes podem contar com procedimentos de acupuntura, ozonioterapia, hidroterapia, eletroterapia, fototerapia, magnetoterapia, cinesioterapia, ultrasom, laserterapia, infra som entre outros. Segundo a médica veterinária Fernanda Gabardo Stoppa, diretora da unidade de fisioterapia do HVB, "assim como os humanos, cães e gatos que sofrem com problemas neurológicos e ortopédicos, ou são pets idosos e possuem artrose, também precisam de fisioterapia e os benefícios dela podem ser muitos".

Outra parceria foi firmada com a AnimalCor, uma das maiores marcas do segmento de cardiologia veterinária para clínicas e hospitais, que agora estão full time no HVB. Ampliando os serviços e consequentemente a capacidade de atendimento, foi preciso adequar o espaço físico. As mudanças vão desde o piso hospitalar, que segue normas específicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para proteção biológica e prevenção de infecções, até 5 novas alas para atendimento das mais de 21 especialidades que o HVB oferece. Em 2021, o Hospital realizou 30,8 mil atendimentos, entre consultas, internamentos, cirurgias, exames, procedimentos, entre outros serviços, e com toda esta movimentação, a expectativa para o complexo médico é de um crescimento de 25% em 2022.

Hospital Cat Friendly
Outra frente de investimento do HVB é a certificação para se tornar um dos hospitais veterinários do Paraná com o selo "Cat Friendly Practice". A chancela garante um atendimento exclusivo em atenção ao bem-estar dos gatos e seus tutores, à medida que exige quesitos que evitam o estresse em alguns pacientes, por conta do contato com cães. O selo foi criado por veterinários da Associação Americana de Medicina Felina (AAFP), junto com o International Society for Feline Medicine (ISFM), após perceberem o drama recorrente em clínicas e hospitais onde os espaços de atendimento são em conjunto com cães. "O programa global é destinado a elevar o atendimento aos gatos, reduzindo o estresse não somente do animal, mas de tutores e equipe veterinária. Por isso estamos empenhados na busca desta certificação", explica Raquel.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/