Sidebar Menu

Investimentos em energias renováveis geram economia

Estudo da PwC afirma que iniciativa poderia aumentar o valor de mercado de companhias de capital aberto
Economia liberaria verbas de empresas para desenvolver tecnologias

A PwC constatou que o investimento em energias renováveis, em um cenário de significativos aumentos na conta de luz, permite a economia de recursos e liberaria verbas de empresas para desenvolver tecnologias. O estudo revela ainda que a iniciativa poderia aumentar o valor de mercado de companhias de capital aberto.

O levantamento da PwC revela um cálculo da Bloomberg New Energy Finance, que aponta que o hidrogênio renovável poderia ser produzido a custos entre US$ 0,7 e US$ 1,6 por quilograma na maior parte do mundo antes de 2050. Para a consultoria, esse valor tornaria o combustível competitivo em relação aos atuais preços do gás natural no Brasil, China, Índia, Alemanha e Escandinávia – em uma base de energia equivalente e mais barata do que produzir hidrogênio a partir de gás natural ou carvão com captura e armazenamento de carbono.

O estudo, que tem como título Taking on tomorrow – The rise of circularity in energy, utilities and resources, cita o exemplo da Basf, multinacional que se comprometeu a reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Outro exemplo é o da Braskem, que está produzindo plástico verde a partir da cana-de-açúcar. A pesquisa diz ainda que a produção à base de sucata tende a custar menos do que a produção primária, sendo estratégico melhorar a coleta desse material, assim como sua recuperação, separação e classificação.

Veja mais notícias sobre SustentabilidadeGestão.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 17 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection