Sidebar Menu

Profissão em alta no Sul promete salário de até R$ 30 mil

PageGroup revela sete ocupações ofertadas pelas empresas da região
Abertura de capital abre oportunidades para controllers e gerentes de relações com investidores

O PageGroup, referência mundial em recrutamento especializado de executivos de todos os níveis hierárquicos, revela a lista de cargos que estarão em alta na região Sul em 2021. As organizações e os profissionais tiveram de aprender a se adaptar com a pandemia de Covid-19. As necessidades de contratação e o perfil de profissional valorizado sofreram impactos.

"Agora, a busca por atuações consultivas, pela manutenção do relacionamento interno e externo, além dos investimentos em tecnologias, ganharam ainda mais destaque. Com a chegada da vacina e a retomada econômica, a expectativa é que em 2021 as empresas reforcem suas equipes e busquem colocar em prática os aprendizados adquiridos no período", prevê Humberto Wahrhaftig, diretor regional do PageGroup.

Para estruturar a lista das profissões mais em voga, o PageGroup consulta permanentemente empresas de todos os portes (pequena, média e grande) em todo o Brasil, inclusive regionalmente. Confira a lista a seguir.

Finanças

Cargo: Controller

O que faz: é responsável por garantir que as premissas e políticas financeiras da companhia sejam cumpridas, através de controle, planejamento, auditoria, reporte e orçamento. Se associa a outras funções fora da operação de finanças, atuando como um consultor de negócios. Em alguns casos, o controller pode ser responsável pela estrutura completa de Finanças inclusive com os subsistemas de Tesouraria, Fiscal, Controladoria, Contas a Pagar e Receber e Contabilidade.

Perfil da vaga: o profissional deve ser ativo, focado externamente e orientado para o futuro. A posição possui forte relacionamento com áreas como Logística, Produção, Vendas e Marketing. É necessário saber criar planos de negócios e definir maneiras de identificar lacunas e oportunidades, tanto nos processos da empresa, quanto na economia, sempre com foco na redução de custos e ganho de eficiência. O profissional deve se preocupar, por exemplo, muito mais com lucros e perdas do que somente com o balanço.

Salário: R$ 15 mil a R$ 30 mil

Motivo para a alta: especialmente em momentos de crise, as empresas passaram a observar a importância de ter profissionais com uma visão mais ampla do negócio. Agora é fundamental contar com colaboradores que entendam os impactos de suas ações nos resultados da companhia, que saibam ajudá-la na previsão, controle e ajustes por meio de estudos de redução de custos, reestruturação e ganho de produtividade em finanças.

Cargo: Gerente de relações com investidores

O que faz: gerencia a área de Relacionamento com Investidor (RI) e é responsável pelo processo de abertura de capital (IPO), caso a empresa ainda não opere. Desenvolve e divulga comunicados aos acionistas da companhia, além de elaborar reuniões periódicas para esclarecer informações aos investidores.

Perfil da vaga: o profissional deve ter visão de mercado, além de estar atento às evoluções da economia local e global. É essencial ter conhecimentos de negociação e fundamentos financeiros, além de amplo relacionamento com os profissionais do setor. Ter inglês avançado ou fluente é um requisito importante para esta posição.

Salário: R$ 15 mil a R$ 30 mil

Motivo para a alta: com o aumento do interesse na abertura de capital junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), as empresas passaram a buscar profissionais com vivência na área de Relações com Investidores para apoiar no processo de IPO. Empresas de capital aberto também estão atentas ao mercado para fortalecer a área e buscam profissionais pró mercado, com relacionamentos sólidos e que estejam atentos às oportunidades.

Recursos Humanos

Cargo: Gerente de recursos humanos

O que faz: é responsável por todos os produtos de Recursos Humanos, com forte atuação junto à liderança da empresa. Conduz o planejamento das estratégias de pessoas, sendo um parceiro estratégico relevante para a condução dos negócios.

Perfil da vaga: o profissional deve ter a mentalidade de um parceiro de negócios, com foco em resultados. É preciso que tenha experiência e esteja atualizado a respeito das práticas da área de Recursos Humanos no mercado. Também é importante que tenha conhecimentos sobre reestruturação organizacional. O inglês avançado ou fluente é um requisito importante para a posição.

Salário: R$ 15 mil e R$ 25 mil

Motivo para alta: com todas as alterações no formato de trabalho, impulsionadas pela pandemia, as empresas buscam por profissionais de recursos humanos que entendam como funciona este novo ecossistema e saibam como desenvolver a produtividade sem deixar de lado a qualidade de vida, o bem-estar e a motivação dos colaboradores.

TI

Cargo: Gerente de TI generalista

O que faz: é responsável pela gestão da área de Tecnologia da Informação, incluindo a elaboração de projetos, implantação e melhoria de processos. O gerente de TI trabalha focado na provisão de sistemas e tecnologias para aumentar a eficiência operacional.

Perfil da vaga: o profissional deve ser versátil e atuar não somente na manutenção da rede e infraestrutura atual, mas também na elaboração e implantação de projetos para inovar os sistemas da empresa e aumentar a segurança dos dados.

Salário: R$ 14 mil a R$ 27 mil

Motivo para alta: a posição tem sido muito buscada neste momento por indústrias tradicionais, que buscam por inovação. Muitas empresas perceberam que suas áreas de TI não estão as preparando para o futuro e para as diversas variações do mercado. Assim, as organizações têm buscado perfis mais arrojados, que proponham projetos para que a TI passe a ser um parceiro estratégico da área de negócios, não uma área de suporte.

Operações

Cargo: Gerente de supply chain

O que faz: é responsável pela gestão da cadeia de suprimentos da empresa. Normalmente essa posição engloba as áreas de compras, planejamento e logística, mas pode variar caso a caso.

Perfil da vaga: o profissional deve saber gerenciar todos os processos de movimentação, compras e planejamento de fluxo dos materiais e produtos da empresa em toda a cadeia de suprimentos, aumentando eficiência do processo com redução de tempos de entrega e de custos.

Salário: R$ 14 mil a R$ 23 mil

Motivo para a alta: as empresas têm buscado reduzir custos fixos, mas também os considerados indiretos aos produtos, frequentemente responsáveis por uma alta porcentagem dos seus valores totais. A maior eficiência desta área também acarreta em menores prazos de entrega para o cliente, aumentando sua satisfação e o fidelizando.

Marketing

Cargo: Gerente de marketing digital

O que faz: é responsável pela gestão da prospecção de leads e vendas, além da análise de mercados e tendências. Pensa regularmente sobre formas de melhorar a comunicação e as negociações por meio das plataformas digitais. Mantém estreito relacionamento com a área de TI para poder direcionar e entender as necessidades reais.

Perfil da vaga: o profissional deve pensar na estratégia do negócio, na construção e no posicionamento da marca da sua empresa. Para a posição, o mercado valoriza profissionais com experiência sólida em mídias sociais, que entendam o ciclo completo do cliente dentro do e-commerce.

Salário: R$ 12 mil a R$ 23 mil

Motivo para a alta: impulsionadas pelas mudanças de consumo provocadas pela pandemia, as empresas que ainda não possuíam suas estruturas de marketing digital desenvolvidas passaram a buscar profissionais que tenham conhecimento no mercado digital, que conheçam de geração e conversão de leads, assim como dominem a experiência do cliente.

Vendas

Cargo: Gerente comercial

O que faz: desenvolve as estratégias de vendas, faz a gestão da equipe comercial, pensa e elabora o planejamento de vendas da companhia. É responsável pelo reporte do resultado, acompanhamento de metas, rentabilidade e produtividade. Busca soluções, investe em inovação e treina regularmente seu time para negociações melhores e mais produtivas.

Perfil da vaga: a posição é voltada para profissionais que consigam gerir e garantir resultados de times geridos a distância, que tenham facilidade em comunicação e negociação.

Salário: R$ 15 mil a R$ 25 mil

Motivo para a alta: as empresas buscam gestores comerciais flexíveis com alto poder de gestão de pessoas, resiliência, inovação e adaptabilidade. Os conhecimentos de negociação estão sendo fortemente exigidos por conta do novo momento que estamos vivendo e a velocidade com que as mudanças têm ocorrido.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 26 Janeiro 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection