Incofios projeta investimento de R$ 150 milhões no Mato Grosso

Empresa catarinense do Grupo Rovitex consolida construção de parque fabril no estado
A companhia investiu até o momento R$ 80 milhões na construção e aquisição de máquinas modernas

O Brasil está entre os quatro maiores produtores mundiais de algodão, ao lado da China, Índia e Estados Unidos. A posição foi conquistada em 2019, quando o país produziu aproximadamente 6,9 milhões de toneladas do produto. Uma publicação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aponta que o PIB do agronegócio da cadeia do algodão, calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) foi R$ 16,1 bilhões em 2017. Esse é um cenário sinalizado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) como promissor já que, além de o Brasil estar entre os principais produtores, é também um dos maiores consumidores desse produto.

Segundo a Abrapa, o plantio deste ano já atingiu 74% da área estimada no país. Somente o estado de Mato Grosso é responsável por 60% da produção brasileira e das exportações do país e foi lá que a empresa Incofios, do Grupo Rovitex, iniciou a construção de um parque fabril, em fase de finalização, para expansão das atividades de fiação, então realizadas somente em solo catarinense.

A empresa que já possuía um centro de negócios no estado mato-grossense, a Incofibras, viu na retomada e aquecimento do mercado pós cenário pandêmico, uma oportunidade de ampliação dos negócios no local que é o berço da matéria-prima no país. Para isso, a companhia investiu até o momento R$ 80 milhões na construção e aquisição de máquinas modernas. Os investimentos projetados até a conclusão da obra giram em torno de R$ 150 milhões.

A concretização do parque em Campo Verde, Mato Grosso, é uma das ações para a empresa superar a meta de 3 mil toneladas por mês de produção. Hoje o parque catarinense tem uma produção média de 1.800 toneladas de fios ao mês, distribuídas em 29.760 fusos de fio penteado/compactado e 8.328 rotores de Open End, que são os dois produtos comercializados pela Incofios.

Para otimizar o processo e garantir ainda mais qualidade do produto que chega ao cliente, a Incofios investiu 675 mil euros na aquisição de três máquinas que embalam automaticamente os produtos. Duas delas já estão em funcionamento em Indaial e uma em breve iniciará os trabalhos no parque fabril em Mato Grosso. "Com tecnologia italiana, a embaladora realiza o processo automaticamente através de bobinas e dispositivo empacotador, além de um separador de papelão entre as camadas nas caixas e um módulo de paletização automática, permitindo o transporte e alocação das caixas de madeira de forma mais segura e eficiente. Isso garante que o produto ao chegar no cliente esteja em perfeito estado", destaca o CEO da Incofios, Vitor Luiz Rambo Junior.

A aquisição das máquinas, além de agilizar o processo final de produção, trouxe melhorias ergonômicas para os funcionários. "Os colaboradores que atuavam na área de embalagem receberam treinamentos para o uso da nova máquina, pois entendemos que o diferencial do nosso produto está nas pessoas que gerenciam os processos e não somente no maquinário de alta tecnologia", frisa o CEO.

Quer saber mais sobre empresas do Sul?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/