Sidebar Menu

Grupo RBS anuncia investimento de R$ 63 milhões até 2024

Valor será direcionado para canais de distribuição de rádio e televisão
Um dos objetivos é integrar as rádios do grupo nos meios digitais

Até 2024, o Grupo RBS pretende investir R$ 63 milhões na modernização de seus parques tecnológicos de rádio e televisão, em desenvolvimento de produtos e em cultura digital. Parte desses recursos será aplicada ainda em 2021, em um novo ciclo de transformação dos negócios de rádio, que envolve evoluções em produto, tecnologia e posicionamento de marca. Serão R$ 14 milhões que garantirão a modernização de toda a infraestrutura de rádio.

O objetivo é integrar suas rádios nos meios digitais às tendências do futuro – como rádio híbrida, rádio com conteúdo de vídeo e mídia programática –, além de facilitar a integração com dispositivos automotivos, assistentes digitais e internet das coisas (IoT). Além disso, também haverá investimentos em equipamentos para as equipes de conteúdo. Acompanhando esse processo e em linha com a redução do consumo mundial de rádio no AM, a RBS não irá mais transmitir a programação de suas marcas nessa banda a partir do dia 31 de julho.

Gaúcha e Farroupilha seguirão presentes no dia a dia dos ouvintes no digital, no FM e em outras plataformas. A Gaúcha, já presente no FM, única emissora de news líder no país há 75 meses, seguirá no dial 93.7 (Porto Alegre), 105.7 (Santa Maria), 102.1 (sul do Estado) e 102.7 (Serra), e de forma digital, a partir do site e do aplicativo de GZH, meios que alcançam, hoje, 92,3% do público da marca.

Na RBSTV essa atualização já começou. Em 2019, a empresa iniciou a atualização de equipamentos de operação e transmissão, possibilitando avanços na produção de conteúdo em todo o Rio Grande do Sul. Ao todo, serão investidos R$ 49 milhões em quatro anos. Os investimentos permitirão à RBS participar do avanço pós-TV digital HD, adotando tecnologias que facilitem personalização de conteúdo, alta qualidade e expansão de negócios – as TVs 2.5 e 3.0.

A atualização possibilitará que funcionalidades características da televisão se integrem a recursos interativos digitais, como dispositivos de segunda tela, 5G, vídeo on demand, publicidade direcionada, antena interna e melhoria da qualidade de áudio e vídeo pela internet. Com a evolução dos aparelhos de televisão (smart TVs), incluindo ampla conectividade com internet, capacidade de resolução 4k e outras vantagens, a empresa tem se aprofundado nas tendências mundiais de desenvolvimento e investido sistematicamente na atualização de infraestrutura e equipamentos de operação e transmissão.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection