SC autoriza contratação do plano estadual de logística de transporte

Trabalho será concluído dentro de 18 meses
A elaboração do trabalho visa principalmente a análise da situação atual e o planejamento futuro de investimentos em todos os modais de transporte

O governador Jorginho Mello assinou a ordem de serviço para a elaboração do plano estadual de logística de transporte. O trabalho será realizado pela Infra SA e a partir deste estudo o estado terá um documento que fundamentará as ações públicas necessárias para que os diferentes modais de transporte possam atender as demandas da economia catarinense. O contrato tem o valor de R$ 4,2 milhões e os recursos serão repassados pela SC Participações e Parcerias provenientes de dividendos recebidos do Porto de Imbituba. A Infra terá 18 meses para a conclusão do trabalho.

A elaboração do trabalho visa principalmente a análise da situação atual e o planejamento futuro de investimentos em todos os modais de transporte com ênfase para cargas destinadas e provenientes do comércio exterior. Sua elaboração requer um processo de análise criteriosa, diagnóstico preciso e planejamento estratégico, com foco na logística empresarial, em infraestrutura e facilitação do comércio.

"O plano era uma demanda muito antiga. A maior vantagem é que ele é uma referência técnica para priorizar investimentos", frisou o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar. Ele explicou ainda que, com o plano, será possível planejar o futuro da infraestrutura de transportes no estado, de forma a garantir a eficiência e a diminuição dos custos logísticos. "Isso traz benefícios ambientais e para a competitividade do estado, pois a logística é um componente essencial para o desenvolvimento socioeconômico", destacou.

Veja mais notícias sobre InfraestruturaBrasilSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/