Sidebar Menu

Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em julho

Aplicações de até R$ 1 mil representaram 68,3% das operações
Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados à taxa Selic

Os resgates de títulos públicos superaram os investimentos em R$ 226,7 milhões em julho, segundo balanço do Tesouro Direto. Foram realizadas 433.814 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto em julho, no valor total de R$ 1,9 bilhão. Durante o mês, os resgates chegaram a R$ 2,1 bilhões. As aplicações de até R$ 1 mil representaram 68,3% das operações de investimento no mês. O valor médio por operação foi de R$ 4.541,03.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic), que totalizaram R$ 949,7 milhões, representando 48,2% das vendas. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) somaram, em vendas, R$ 601,3 milhões e corresponderam a 30,5% do total, enquanto os prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 418,8 milhões em vendas, ou 21,3% do total.

Nas recompras (resgates antecipados), também predominaram os indexados à taxa Selic, que somaram R$ 1,2 bilhão (59,4%). Os remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais e Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais) totalizaram R$ 575,7 milhões (27,5%); os prefixados, R$ 273,3 milhões (13,1%).

Em julho, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.324.915 pessoas, representando um aumento de 26.148 investidores no mês.

Veja mais notícias sobre Bolso & BolsaEconomia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 27 Fevereiro 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection