Sidebar Menu

Real é a terceira moeda que mais desvalorizou no ano

Dólar passou a cair após bater R$ 4,40 pela primeira vez na história

O dólar renovou o patamar recorde (sem considerar a inflação) nesta sexta-feira (21). Na máxima do dia, a moeda norte-americana alcançou a faixa de R$ 4,40 pela primeira vez na história. O dólar encerrou o dia a R$ 4,3926 (+0,02%). Na abertura, chegou a R$ 4,4061 – nova máxima já registrada. Na semana, o dólar acumulou alta de 2,1%. No mês, o avanço é de 2,5%. O Ibovespa também tomou o rumo negativo ao longo do dia chegando a desabar 1,2% perto das 17h40. A baixa se deu por causa da divulgação da preliminar do Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, que trouxe aos mercados o risco de recessão ao país. 

Segundo um estudo exclusivo feito pela Austin Rating para o Portal AMANHÃ, o real é a terceira moeda que mais desvalorizou frente ao dólar norte-americano no ano até ontem. A moeda brasileira só perde para o Bolívar venezuelano e a Nova Libra, do Sudão (veja tabela ao final da reportagem). Porém, esses dois países enfrentam situações econômicas desafiadoras. 

“O real tem perdido valor frente ao dólar norte-americano em virtude de alguns fatores como a redução do diferencial da taxa de juros paga no Brasil em relação aos juros de lá. Também está em curso uma mudança de perspectiva de crescimento do PIB nas principais economias desenvolvidas e algumas emergentes, como a China. Isso diminui o potencial de consumo de produtos brasileiros, logo, reduz a perspectiva de entrada de capital estrangeiro”, explica Alex Agostini, economista-chefe da agência classificadora de risco. 

Ele aponta que a melhora do nível de atividade doméstica tem elevado o nível das importações, ainda que de forma moderada, e esse fator aumenta a demanda por moeda estrangeira. O recente medo dos efeitos secundários do coronavírus sobre a dinâmica econômica de alguns países, com destaque os asiáticos, também é algo a ser acompanhado, na visão de Agostini. 


Valorização frente ao dólar
(EUA) até 20 de fevereiro

Pos.

Moeda

País

Variação

Bolívar

Venezuela

-36,8%

Nova Libra

Sudão

-15,2%

Real

Brasil

-8,1%

Loti

Lesoto

-7,5%

Dólar

Namíbia

-7,5%

Rande

África do Sul

-7,4%

Lilangeni

Suazilândia

-7,4%

Peso

Chile

-6,4%

Dólar

Jamaica

-6,1%

10º

Forint

Hungria

-6,0%

Fonte: Austin Rating

Veja mais notícias sobre Brasil.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 11 Agosto 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection