Sidebar Menu

Copel seleciona projetos de pesquisa e desenvolvimento

Algumas das demandas atenderão o Paraná Trifásico, maior programa de investimentos da história da estatal na área de distribuição de energia
Transformação digital, inteligência artificial e cibersegurança são algumas das 16 linhas de pesquisa
A Copel abriu chamada pública para selecionar propostas de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em diversas áreas. Os trabalhos podem ser submetidos à primeira avaliação até o dia 9 de julho. As inscrições acontecem por meio do site da estatal paranaense e os interessados podem preencher um cadastro para receber todas as informações do edital. 

A Chamada Pública de P&D Copel Distribuição 03/2020 reúne 11 áreas de interesse com 16 linhas de pesquisa para atender demandas internas dos negócios da Companhia. São temas como inteligência operacional, conectividade entre equipes de campo, redução de custos, segurança do trabalho, transformação digital, cibersegurança, novas tecnologias de cabos, smart grid e inteligência artificial. O prazo limite para submissão de propostas de projeto é 23h59 de 9 de julho. Dúvidas serão esclarecidas até 23h59 de 26 de junho e a divulgação das propostas habilitadas e do cadastro de reserva acontece a partir de 17 de julho. 

Alguns dos projetos atenderão o Paraná Trifásico, maior programa de investimentos da história da Copel na área de distribuição de energia. Serão implantados 25 mil quilômetros de rede trifásica na área rural do Estado, possibilitando redundância na alimentação e melhoria dos índices de qualidade de energia. A nova tecnologia de cabos protegidos irá garantir maior segurança e reduzir o número de desligamentos. 

Outro programa da Copel que será beneficiado pelas propostas de projeto do P&D 003/2020 é o Confiabilidade Total, que fomenta o uso de novas tecnologias para operação do sistema de distribuição, abrangendo melhoria da comunicação com as equipes em campo; automação de todos os equipamentos especiais; implantação de subestações ou estações de chaves em todos os municípios do Paraná; implantação de transferência automática em todas as subestações, eliminando radialidade; e implantação de self-healing nos alimentadores onde for possível. 

As empresas concessionárias de serviço público de distribuição, geração ou transmissão de energia elétrica devem aplicar anualmente um percentual mínimo da sua receita operacional líquida no programa de pesquisas e desenvolvimento tecnológico do setor de energia elétrica. São programas de P&D, segundo regulamentos estabelecidos pela Aneel. Em 2019, a Copel investiu R$ 62,2 milhões em projetos de P&D, sendo R$ 27 milhões na área de geração e transmissão e R$ 35,2 milhões para distribuição de energia.

Veja mais notícias sobre TecnologiaEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 05 Agosto 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection