Sidebar Menu

RR Shoes entra com pedido de recuperação judicial

Detentora da marca Via Uno foi impactada pela pandemia
Empresa tem um passivo de R$ 40,4 milhões

A RR Shoes entrou com pedido de recuperação judicial, na noite desta segunda-feira (6), no Foro da Comarca de Santo Antônio da Patrulha (RS). Segundo a proprietária da marca Via Uno, a iniciativa foi motivada pelos impactos decorrentes da crise gerada pela pandemia da Covid-19, totalizando um passivo de R$ 40,4 milhões para a empresa.

Pesquisa desenvolvida pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) revela o tamanho do prejuízo imposto ao setor. Em maio, o país embarcou 2,7 milhões de pares, gerando R$ 23,9 milhões – o que representa uma diminuição de 64,7% em volume e 66% em receita. A entidade projeta queda de 30% na produção nacional em 2020.

Desde o início da pandemia, a RR Shoes precisou encerrar as atividades na unidade produtiva de Teutônia e reajustar o quadro de funcionários nas unidades de Santo Antônio da Patrulha e Caraá, demitindo em torno de 800 funcionários. Neste momento, a companhia possui uma equipe de 379 colaboradores, que se dividem entre duas plantas.

Para a Cheetah Consultoria, que apoia a empresa neste momento, os números mostram que a retomada é factível. "Estamos propondo essa medida legal para possibilitar a recuperação operacional e financeira da companhia, especialmente neste momento que a indústria calçadista é um dos setores mais afetados pela pandemia", aponta o sócio Luciano Hillesheim.

Veja mais notícias sobre JustiçaEmpresaRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 30 Setembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection