Sidebar Menu

Empreender em meio ao novo

Se abrir um negócio no Brasil já é algo desafiador, em períodos de crise o caminho se torna ainda mais delicado
Empreendedor é um incompreensível que ganha visibilidade ou reconhecimento somente após ter êxito nos negócios

A crise de desemprego provocada pela pandemia da Covid-19 que vem atingindo praticamente todos os países do globo, incluindo o Brasil, vai impulsionar uma outra tendência que já era apontada por estudiosos algum tempo atrás: o crescimento do empreendedorismo. Segundo pesquisa do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), em 2020, aproximadamente 25% da população adulta estará envolvida na abertura de um novo negócio ou atuando em empresas com até três anos e meio de atividade no Brasil. Se você, profissional, está dentro deste grupo, gostaria de relembrar algumas das dicas que já compartilhamos sobre a atuação em carreira solo e empreendedora. Se abrir um negócio no Brasil já é algo desafiador, em períodos de crise ou por necessidade o caminho se torna ainda mais delicado. Porém, com um bom plano em mãos, você pode e vai tirar de letra.

Comece avaliando por todos os lados o produto e/ou o serviço que você pretende ofertar. Ter domínio sobre ele é uma das ferramentas, porém não basta. É preciso saber qual o espaço que se pretende ocupar e se existe uma demanda naquela região ou ponto de venda. Feito isso, volte-se a si: faça um curso sobre técnicas de vendas e relacionamento com pessoas. O empreendedor é o melhor vendedor de seu produto, e relacionar-se com pessoas é de extrema importância. Existem muitos materiais gratuitos na web. Vasculhe e dedique tempo para esse incremento no seu conhecimento. Passando essa fase, organize a vida financeira e a parte de finanças de seu futuro empreendimento. Mais do que a necessidade de ter o dinheiro para montar algo, você precisa de um fôlego para manter esse algo, ou seja, uma reserva. Isso lhe dará tranquilidade no momento da decolagem do novo negócio. Ainda, se puder, fuja de financiamentos bancários: se necessário, faça-o somente em casos extremos e depois de uma análise muito bem estruturada de que o seu empreendimento vai dar retorno imediato. Além disso, passe longe de bancos. Instituições geralmente não têm muito apreço por novos empreendedores – a não ser que esses tenham muito dinheiro para colocar em suas contas.

Perceba ainda qual o grau de segurança você tem sobre si e sobre o negócio que pretende montar. Pergunte-se: acredito nisto mesmo? Se tiveres medo de tomar decisões, cuidado! Empreendedor é o profissional que geralmente está sozinho na jornada, é um incompreensível que ganha visibilidade ou reconhecimento somente após ter êxito nos negócios. Feito isso, vá em frente. Você pode ser o dono de seu próprio negócio, administrar sozinho a sua carreira. A tendência mostra que você não é um grão no oceano. Há milhares de pessoas buscando trabalhar desta forma. Torço por você!

Veja mais notícias sobre EmpreendedorismoBrasil.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 07 Agosto 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection