Movimentando a academia

Um dos primeiros produtos da Marcopolo Next nasceu dentro de uma universidade
O conjunto de itens de biossegurança foi testado pelo laboratório de microbiologia clínica da UCS

Talvez poucas pessoas saibam, mas o desenvolvimento de um dos primeiros produtos da Marcopolo Next se deu dentro de uma universidade. O conjunto de itens de biossegurança, que inclui ainda o distanciamento seguro de poltronas, cortinas de proteção antimicrobianas e uso de raios ultravioletas nos sanitários e ar-condicionado dos ônibus de turismo, todos essenciais no enfrentamento ao novo coronavírus, foi testado pelo laboratório de microbiologia clínica da UCS, além da desinfecção por nanotecnologia FIP.

No ano passado, 1976 veículos foram vendidos com pelo menos um item da plataforma, tanto para o mercado nacional quanto em exportações. Outra parceria relevante foi firmada com a startup israelense Moovit, que envolve uma consultoria para o diagnóstico dos sistemas de mobilidade relacionadas ao conceito de Mobility as a Service (mobilidade como um serviço) às cidades, além do desenvolvimento do sistema de Transporte Sob Demanda (TOD) no Brasil.

Nele, os veículos são solicitados pelos passageiros por meio de um app, semelhante ao que ocorre com os aplicativos de carros, que permite a flexibilidade de rotas, de tarifas e de veículos, e torna as viagens mais rápidas e mais eficientes, sem lotação excessiva.

Esse conteúdo integra a edição 337 de AMANHÃ que revelou quem são as empresas mais inovadoras do Sul. Clique aqui para acessar a publicação on-line, mediante pequeno cadastro.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection