Curitiba é a primeira cidade do mundo a testar luminária inteligente 5G

Equipamento funcionará como um hub de serviços
As conexões são, em média, 100 vezes mais rápidas que o 4G, com transferência de dados sem atrasos

Curitiba começou a testar, na quarta-feira (22), uma inédita luminária pública inteligente com a antena 5G integrada. A capital paranaense é a primeira cidade do mundo a receber a nova tecnologia de redes móveis, de acordo com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), que em parceria com a prefeitura de Curitiba, o Ministério das Comunicações e a operadora Ligga Telecom estão avaliando a tecnologia na capital através do programa Conecta 5G. A luminária, que na prática funcionará como um hub de serviços, foi instalada na Avenida Cândido de Abreu esquina com Rua Lysimaco Ferreira da Costa, ao lado da prefeitura.

A luminária pública inteligente com a antena 5G integrada foi instalada ao lado da sede da prefeitura, no Centro Cívico, e permitirá a realização de testes para aplicações da nova tecnologia, trazendo benefícios para a população e empresas, como uma melhor gestão urbana em serviços das áreas como educação, telemedicina e segurança pública, além de impulsionamento da economia local. As conexões são, em média, 100 vezes mais rápidas que o 4G, com transferência de dados sem atrasos (baixa latência).

A tecnologia que começa a ser testada em Curitiba, na prática, transforma as lâmpadas de iluminação pública em antenas de celular que espalham como wi-fi o sinal do 5G. O equipamento ainda tem outras funcionalidades voltadas para cidades inteligentes, como câmeras de videomonitoramento, telegestão, reconhecimento facial, gestão semafórica e sensor de ruído. Nessa fase de testes em Curitiba, a luminária inteligente oferecerá a rede 5G para conexões entre equipamentos urbanos, como semáforos inteligentes, e aplicações empresariais. A população não terá acesso ao sinal 5G, mas poderá usufruir de uma internet de alta qualidade, a partir da rede wi-fi instalada também no equipamento e serviço fornecido pela Ligga Telecom.

"É uma das soluções para a instalação da infraestrutura necessária para a nova rede móvel, que exige elevado número de antenas para que a tecnologia 5G opere nas cidades", destacou o prefeito Rafael Greca, na cerimônia que marcou o início dos testes, realizada no Palácio 29 de Março. Como a gestão da iluminação pública é municipal, as prefeituras poderão inclusive gerar receitas acessórias, alugando suas antenas, dentro das luminárias, para as operadoras de telefonia móvel. Além disso, com a integração das antenas 5G às luminárias inteligentes, as cidades poderão criar sua própria infraestrutura de redes 5G e ainda oferecer conectividade rápida para a população.

O presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Igor Calvet, frisou que Curitiba foi escolhida para iniciar o projeto-piloto do Conecta 5G por ser destaque mundial quando o assunto é governança, inovação e tecnologia em cidades inteligentes. "A parceria com uma cidade tão madura como Curitiba vai realmente fomentar o desenvolvimento de novos serviços para os cidadãos e para as empresas", completou.

Os testes do projeto-piloto serão realizados em várias faixas da tecnologia 5G, como as de 27.5 e 27.9 GHz (gigahertz) que serão avaliadas em Curitiba, mais próximas da necessidade do setor produtivo, em especial a indústria 4.0. A luminária foi desenvolvida pelas empresas Nokia e Juganu e utiliza a tecnologia de chipset da Qualcomm. O Conecta 5G inicia em Curitiba e também será implantado em 13 outras cidades brasileiras: Maceió (AL), Juiz de Fora (MG), Ceará-Mirim (RN), Petrolina (PE); Araguaína (TO), Jaraguá do Sul (SC), Picos (PI), Sorocaba (SP), Paraipaba (CE), Pato Branco (PR), Foz do Iguaçu (PR), Parauapebas (PA) e Canaã dos Carajás (PA).

O presidente da Ligga Telecom, Wendell Oliveira destacou ainda que com a nova tecnologia o melhor ainda está por vir na vida das pessoas e nas empresas. "É motivo de grande alegria para nós trazer a primeira luminária 5G do mundo na nossa frequência", salientou Oliveira. A Prefeitura de Curitiba, a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), a Secretaria Municipal de Administração, Gestão de Pessoal e Tecnologia da Informação e a Ligga Telecom ainda estão definindo novos locais, como ruas e outros espaços públicos, onde serão instaladas nos próximos meses novas luminárias inteligentes com a antena 5G.

Quer saber mais sobre tecnologia?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre TecnologiaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/