Sanepar vai estudar produção de combustível de aviação a partir do lodo de esgoto

Estudos vão ocorrer em parceria com as empresas britânicas Firefly Green Fuels e Green Fuels Research
Um acordo de confidencialidade com essas empresas foi assinado na semana passada pelo diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná, Claudio Stabile, e representantes das companhias em Bristol, no Reino Unido

Produzir combustível sustentável de aviação (SAF) a partir do lodo de esgoto é mais uma possibilidade inovadora que a Sanepar começa a estudar, em parceria com as empresas britânicas Firefly Green Fuels e Green Fuels Research. Um acordo de confidencialidade com essas empresas foi assinado na semana passada pelo diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná, Claudio Stabile, e representantes das companhias em Bristol, no Reino Unido. Stabile e o especialista em pesquisa e inovação da Sanepar, Gustavo Rafael Collere Possetti, visitaram a sede e o centro de pesquisa e desenvolvimento das empresas e conheceram os laboratórios de produção do SAF a partir do lodo de esgoto.

Possetti explica que, por meio de um processo chamado de liquefação hidrotérmica (HTL), o lodo de esgoto, contendo elevado teor de umidade, é convertido, dentre outros, em biocrude, um material que tem características semelhantes às do petróleo, bem como em biochar, que pode ser utilizado, por exemplo, para fins agrícolas. Ao passar por um processo de refinamento, muito comum no setor petroquímico, o biocrude é convertido em compostos como o diesel e a gasolina de baixo carbono, além do combustível sustentável de aviação. A tecnologia britânica é disruptiva em nível mundial e vem despertando o interesse de empresas que produzem ou utilizam combustíveis líquidos para aviação, setor que vem rapidamente se adaptando à pauta da descarbonização.

Stabile relata que esses estudos são muito recentes e colocam a Sanepar na fronteira do conhecimento técnico e científico no mundo, fazendo a Sanepar avançar na aplicação da economia circular, com novas possibilidades de aproveitamento dos recursos gerados em seus processos operacionais. "Cada vez mais a Sanepar amplia sua atuação em inovação e sustentabilidade. O que antes era visto como despesa ganha novas aplicabilidades que impactam nas áreas ambiental e financeira, beneficiando toda a sociedade", afirma.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 24 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/