Sul ganha núcleo especializado em exportação de cachaça

Iniciativa é da Apex-Brasil, em parceria com o Ibrac, com execução da Univali
A região Sul foi responsável por 16,3% do valor de cachaça exportada em 2021

O Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), entidade nacional representativa do setor, participou do lançamento do segundo núcleo de capacitação do Brasil especializado em exportação de Cachaça – o PEIEX Agro Cachaça da região Sul, localizado em Itajaí, lançado na quinta-feira (31). A iniciativa faz parte do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex) da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e será destinado a produtores de Cachaça do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. A região Sul foi responsável por 16,3% do valor de cachaça exportada em 2021 pelo Brasil e por 18,1% no volume total exportado.

O primeiro núcleo de capacitação especializado em exportação de Cachaça foi lançado no Nordeste, na cidade de João Pessoa, para atender a todos os estados daquela região. O Peiex Agro Cachaça é uma iniciativa da Apex-Brasil, desenvolvida em parceria com o Ibrac. A execução das atividades na Região Sul será realizada pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Com atendimento especializado no setor da cachaça, o Peiex Agro Cachaça da região Sul visa atender 25 empresas do setor do Cachaça até 2023 e prepará-las para o processo de exportação de forma planejada e segura. Ele faz parte do núcleo PEIEX de Itajaí, que vai atender empresas de outros setores.

Segundo Carlos Lima, diretor executivo do Ibrac, o Peiex Agro Cachaça integra a estratégia de promoção da Cachaça no mercado internacional e tem um importante papel de contribuir para que o setor supere um dos principais entraves para a inserção de micro e pequenas empresas no mercado internacional, que é a falta de informação e a necessidade de capacitação das empresas. Lima frisa ainda o fato de a iniciativa ser uma importante aliada do projeto setorial de promoção às exportações de cachaça - Cachaça: Taste The New, Taste Brasil. Desenvolvido pelo Ibrac, em parceria com a Apex-Brasil, o projeto setorial prevê uma série de ações para aumentar a base exportadora de cachaça, ampliar as exportações, além de consolidar seu reconhecimento como um destilado genuinamente brasileiro e de qualidade internacionalmente competitiva, e hoje já apoia mais de 50 empresas.

"O programa de capacitação contribuirá para que os produtores do Sul do país possam se beneficiar da expertise em exportação da parceria Apex-Brasil, o que vai possibilitar a inserção dessas empresas, em especial das micro e pequenas, no cenário internacional", completa o diretor da entidade representativa do setor. Na região estão instalados 118 produtores de cachaça devidamente registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), dos quais 47 estão em Santa Catarina, 44 no Rio Grande do Sul e 27 no Paraná.

Do total em valor exportado pela região Sul em 2021, Santa Catarina correspondeu a 0,2%, o Rio Grande do Sul a 6,7% e o Paraná a 9,4%. Em termos de volume, também considerando o total exportado pela região Sul em 2021, Santa Catarina correspondeu a 0,05%, o Rio Grande do Sul a 2% e o Paraná a 16%.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/