Banrisul, CCGL e Embrapa Trigo apresentam estratégia para produção de alimentos

Operação 365 e plataforma SmartCoop buscam ampliar a produtividade, com manejo adequado do solo e potencial competitivo aos produtores
O vice-presidente do Banrisul, Irany Sant’Anna Junior (à esquerda), com os palestrantes do painel, no South Summit Brasil

O Banrisul, a Cooperativa Central Gaúcha Ltda. (CCGL) e a Embrapa Trigo apresentaram na tarde da quarta-feira (4), durante o South Summit Brasil, a Operação 365 e a plataforma SmartCoop: um conjunto de medidas para melhorar a qualidade do solo e ampliar a competitividade no campo. O painel "Estratégia para produção de alimentos" reuniu especialistas do setor primário no palco Corner Stage. O vice-presidente do Banrisul, Irany Sant'Anna Junior, representou a instituição e foi o mediador.

Com capilaridade junto aos produtores gaúchos, o banco apoia iniciativas voltadas ao agronegócio, sempre em sintonia com a sustentabilidade. "Melhorar o solo é preparar para o futuro e mitigar riscos relacionados às intempéries climáticas e ao estresse hídrico. O Banrisul está junto nessa parceria, que tem respaldo técnico de excelência, por meio da Embrapa Trigo e da CCGL", destacou o executivo do Banrisul.

De acordo com o presidente da CCGL, Caio Vianna — um dos painelistas — a Operação 365 ajuda a ampliar a produtividade no Rio Grande do Sul e pode servir de exemplo para outras regiões do Brasil e do mundo. "Os ativos econômicos já estão no campo e nós queremos ajudar o produtor, onde ele estiver, a atingir todo o potencial que sua propriedade possui. Unir o manejo a práticas sustentáveis, com utilização racional da água, é o grande desafio", frisou.

Também painelista, o presidente da Embrapa Trigo, Jorge Lemanski, afirmou que é preciso reverter casos em que o manejo errado do solo causa uma queima elevada de carbono por hectare. "Por isso promovemos a interação entre crédito, fomento e conhecimento técnico. A Embrapa tem compromisso com a agenda ambiental."

O professor de economia, Alexandre Mendonça de Barros, da MB Agro, reforçou que o País precisa estimular iniciativas que aliem conhecimento, tecnologia e manejo. "Temos produtores de excelência, capital humano, e também condições de produzir cada vez mais e melhor. Quando vemos projetos como a Operação 365, conseguimos enxergar o valor da parceria", salientou.

Como funcionam a Operação 365 e a plataforma SmartCoop
A Operação 365 aposta em investimentos e suporte técnico que contribuam para a qualidade química, física e biológica dos solos agrícolas. O objetivo é elevar a produtividade das lavouras, mitigar riscos e maximizar a rentabilidade das propriedades rurais. Assistentes técnicos auxiliam produtores em busca de conhecimento sobre boas práticas de manejo. Os talhões certificados pelo programa recebem um selo, conforme o nível de excelência.

Uma vez certificado, o produtor estará apto a receber incentivos, via financiamentos do Banrisul, para que permaneça implementando as melhores práticas de produção agropecuária. A Operação 365 é uma iniciativa da Rede Técnica Cooperativa da CCGL e da Embrapa Trigo, e conta com o apoio do Banrisul, das cooperativas associadas à CCGL e da Universidade de Passo Fundo (UPF). Já a plataforma SmartCoop é um ambiente digital, criado para trazer mais competitividade a todos os 173 mil produtores associados e demais colaboradores das cooperativas vinculadas à FecoAgro/RS. A central digital de compras possibilita aquisições em conjunto e preços mais acessíveis junto aos fornecedores.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/