Unidade da Votorantim no Paraná capacita PCDs

Funcionários trabalham na área de produção
A Votorantim Cimentos tem como meta em seus compromissos de sustentabilidade atingir 30% de mulheres em posições de liderança no Brasil até 2030

Há três anos a Votorantim Cimentos iniciou um projeto na fábrica em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, para contratação de mulheres e de Pessoas com Deficiência (PCDs) para um trabalho específico: operar as ensacadeiras, equipamentos automatizados que completam o processo de produção de cimentos, em que os produtos são colocados em embalagens para venda em lojas de materiais de construção.

O programa ganhou o nome de "Ensacadeira Inclusiva", por abrir espaço para dois públicos que não eram vistos na área de produção da empresa, que é especializada em materiais de construção e soluções sustentáveis. Hoje, a área possui pessoas com este perfil profissional, sendo quatro mulheres e, destas, duas PCDs.

"Temos um compromisso público de 'cimentar' a construção de um futuro mais inclusivo, ético e humano. Esta iniciativa tem a intenção de mostrar como podemos promover a diversidade e inclusão em nossas operações, trazendo profissionais independentemente de gênero, raça, condição física, entre outros, para trabalharem diretamente na produção de cimento. Nosso foco é buscar profissionais capacitados e também desenvolver as competências necessárias para atuarem na função em nossa fábrica", diz o coordenador de produção da fábrica, Reginaldo Luis Von Kruger.

A Votorantim Cimentos tem como meta em seus compromissos de sustentabilidade atingir 30% de mulheres em posições de liderança no Brasil até 2030. Em 2018, o percentual de mulheres contratadas pela empresa representava 13% do total de empregados e, em 2020, representou 15% do total de empregados da empresa.

No primeiro semestre, a empresa registrou crescimento de 221% na contratação de mulheres comparado ao mesmo período do ano passado. Dentro das novas contratações, 202 posições foram ocupadas por mulheres para atuarem em áreas operacionais da companhia.

O aumento da presença feminina também se dá nas esferas mais altas de decisão da companhia. Em fevereiro deste ano, a economista Clarissa Lins passou a fazer parte do conselho de administração da Votorantim Cimentos.

Veja mais notícias sobre Recursos HumanosEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection