PipeRun economiza mais de 300 mil horas de trabalho burocrático para clientes

Focada em organizar e acelerar vendas de pequenas e médias empresas, startup cresceu 500% desde 2019
Os sócios da PipeRun Cezar Gehm, Fausto Reichert e Osvaldo Gehm

Empreender e ter o próprio negócio é o sonho de milhares de brasileiros. E quem já está no mercado sabe que um dos principais desafios está na gestão e nas vendas. No dia a dia, pode parecer complexo administrar processos e equipes de vendas — e é essa realidade que a PipeRun vem transformando. Fundada em 2017 em Porto Alegre, a companhia completa cinco anos oferecendo uma plataforma de aceleração de vendas, que simplifica e automatiza as rotinas comerciais para vários segmentos de negócios, possibilitando a criação das máquinas de vendas e aquisição como também máquinas de expansão e retenção, que aceleram a transformação digital nos negócios.

Com uma rede com 400 empresas parceiras, mais de 1 mil empresas clientes e 8 mil usuários diários na plataforma, a startup cresceu mais de 500% entre 2019 e 2022 e segue os planos de expansão no mercado nacional. "Nossa estimativa é ter economizado mais de 300 mil horas de trabalho burocrático para equipes de vendas que utilizam a PipeRun. Mas ainda estamos no começo, considerando o tamanho do mercado e a possibilidade de ajudar milhares de companhias", aponta o CEO da Companhia, Cezar Augusto Gehm Filho. "Possibilitamos que os clientes acessem tecnologia e metodologias de ponta, melhorando seus processos de marketing e vendas. Com isso, conseguem organizar e automatizar atividades repetitivas, controlar indicadores, aumentar a produtividade dos vendedores e assim maximizar a receita e os lucros", afirma o executivo.

Um negócio criado por acaso
Segundo Cezar, a criação da salestech tem uma característica interessante. "Aconteceu a partir da nossa própria necessidade. Em outra companhia que tínhamos, desenvolvemos um sistema para aumentar a produtividade do processo de vendas. Nossos clientes começaram a pedir para usar a ferramenta. Assim, iniciamos a plataforma, que se tornou um novo negócio", recorda.

O executivo chama atenção para o investimento de tempo dos profissionais focados em preencher planilhas, montar relatórios, estruturar propostas de vendas, redigir e-mails, fazer follow-up e ainda utilizar um sistema de assinatura de documentos separado do cadastro dos clientes. "A plataforma reduz o tempo dessas atividades, para que o pessoal de vendas foque em atender melhor e vender mais", analisa.

Aceleração de vendas e do dinheiro no caixa
As facilidades oferecidas fazem com que a plataforma atue também como uma espécie de centralizador das informações de vendas e relacionamento com clientes, concentrando as operações num único local. "Não basta oferecer apenas funcionalidades avançadas. É preciso ajudar os gestores e as equipes a melhorarem a operação. Há casos de clientes que reduziram o ciclo de fechamento de negócios de 70 para 14 dias. Isso é dinheiro no caixa muito mais rápido e barato", pontua o Chief Revenue Officer (CRO) da PipeRun, Fausto Reichert.

Chief Technology Officer (CTO) e também fundador da empresa, Osvaldo Gehm destaca que a proximidade é essencial. "Nós construímos novos recursos e soluções em conjunto com nossos clientes. Eles nos fornecem informações sobre suas operações e desafios", detalha. O executivo destaca ainda que, nestes 5 anos, a empresa já foi selecionada por diversos programas de aceleração como InovAtiva Brasil, Sebrae, Endeavor. Recentemente, também recebeu a certificação Great Place to Work.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulEmpresaRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/