O Sindilojas Porto Alegre tem uma ideia para vender

Quer se firmar como o primeiro sindicato no Brasil a ter um hub para mudar a cabeça do varejista
O Co.nectar Hub é um convite a uma nova mentalidade empresarial

A inclusão da tecnologia na vida dos lojistas é a grande aposta do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas). A entidade fundada em 1937 entende que a inovação e capacitação digital são o futuro do setor. A porta de entrada para esse novo mundo começou com a Feira Brasileira do Varejo, realizada pela entidade desde 2013. No evento anual, que teve sua 9ª edição em maio passado, são convidados especialmente os pequenos e médios varejistas. São eles que conferem de perto as tendências e os protagonistas de um novo modo de fazer comércio, conhecendo as novidades apresentadas pelos expositores e as experiências que os palestrantes compartilham no congresso. Outra forma que o sindicato encontrou de aproximar as empresas são os cursos e o 'Café com Lojistas', evento mensal que traz conteúdo em formato de palestra e proporciona networking aos varejistas. Um passo importante nesta direção foi a decisão de criar, em 2021, o Co.nectar, um hub idealizado com o propósito de encorajar o lojista a correr certos riscos na jornada de preparação de sua empresa para a nova economia.

"O Co.nectar Hub é um laboratório para o lojista aprender, experimentar, testar – validando ou não – e implementar no seu negócio as inovações que ele precisa. Mas, para isso, ele precisa querer e se dedicar para conviver nesse meio da inovação", conta Alexandre Peixoto, superintendente do Sindilojas. Faz parte do mix de incentivos a realização de workshops gratuitos, entre outros eventos, e até o oferecimento aos associados de um estúdio equipado para produzir fotografia de produtos e inclusive liveshops, espécie de programa de TV que une vendas ao vivo e entretenimento.

O hub, que está dando os primeiros passos, se apresenta aos empresários como um convite ao desenvolvimento de uma nova mentalidade que os faça avançar em seus negócios. Foi concebido especialmente para os pequenos e médios lojistas, por uma razão simples. Como geralmente são eles os responsáveis por dar conta de todas as rotinas da empresa, optam por buscar inovações pontuais no mercado. Segundo Peixoto, o Sindilojas Porto Alegre é o primeiro sindicato do segmento no Brasil a ter um hub e é um dos propulsores de um contexto inicial de transformação do setor. "Entendemos que esse pouco tempo de mercado ainda não é suficiente para medir um modelo de negócio que se propõe a engrandecer o varejo por meio da inovação", afirma Peixoto. Porém, mesmo que esse ainda seja um começo nos planos do sindicato de implementar a transformação digital, os feedbacks recebidos de lojistas e de startups participantes do Co.nectar Hub têm sido positivos, garante Peixoto.

Em um movimento inicial, a maioria dos empresários procura o hub em busca de maior digitalização dos processos dos negócios e de aperfeiçoamento das vendas online. "Seja por meio dos workshops ou dos contatos feitos, os associados encontram o que procuram. Ainda assim, entendemos que para que consigamos cumprir com a nossa missão, que é de impactar positivamente a cultura do varejo local, precisamos receber a procura de muitos mais lojistas", admite o superintendente. Para concretizar este objetivo, o Sindilojas prepara uma espécie de mapa, intitulado 'roadmap da inovação'. Nele o empresário tem acesso aos conteúdos, mentorias e profunda conexão com o ecossistema de inovação da capital gaúcha. A médio prazo, o sindicato ambiciona consolidar o Co.nectar Hub como o ambiente de inovação dos negócios de Porto Alegre e região metropolitana.

Empossado como presidente do Sindilojas desde abril de 2022, Arcione Piva pretende colocar em marcha ações que façam frente ao rescaldo dramático da pandemia, como a queda nas vendas e fechamento de lojas. Em seu arsenal, inclui-se o fortalecimento do Portal InspiraAção, criado em 2020, para concentrar informações e conteúdos relevantes para as empresas mais atingidas pela pandemia, assim como a realização de lives semanais para incentivar os associados a implementarem suas ideias. A visão de Peixoto, o superintendente do Sindilojas, é de que o caminho da recuperação passa por uma reestruturação dos negócios na direção de um comércio cada vez mais online. Ele acredita que hoje muitos lojistas se deram conta da urgência dessa adaptação e estão correndo atrás de profissionais capacitados para ajudá-los com os novos formatos de venda. "Estão entendendo, cada vez mais, que precisam tornar o seu negócio híbrido, e não ser somente físico ou digital", diagnostica. Para auxiliar nesse processo de digitalização, o sindicato passou a disponibilizar aos associados consultoria no que chamam de 'Experiência do Usuário no Varejo'.

O Sindilojas acredita que essa travessia não será plena se os lojistas, como um todo, deixarem de atentar para a importância da educação como o caminho único rumo à transformação. Por isso, o sindicato tem aproximado seus associados das universidades, apoiado na crença de que a academia tem como uma de duas principais tarefas a de transformar a mentalidade das pessoas, impulsioná-las para a inovação. "Entendemos que a responsabilidade por inovar, na prática, a partir do conhecimento adquirido, é também dos demais agentes do mercado, das empresas e dos profissionais, pois inovação tem de ser viável comercialmente". Enfatiza Peixoto. "Caso contrário, não se confirma, não tem valor."

Esse conteúdo integra a edição 340 da revista AMANHÃ, publicação do Grupo AMANHÃ, que trouxe os resultados da 18ª edição do ranking Campeãs da Inovação. Clique aqui para acessar a publicação on-line, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulGestãoRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/