Ademicon comercializa mais de R$ 8 bilhões em créditos em 2021

O segmento de imóveis apresentou aumento de 42%
Para este ano, a meta da Ademicon é alcançar R$ 10 bilhões em créditos comercializados e abrir 24 unidades de negócio no país

A Ademicon alcançou no ano passado a marca dos R$ 8 bilhões em créditos comercializados. O valor, 41% superior ao de 2020, é o maior já registrado pela empresa em três décadas de mercado. O desempenho é resultado da estratégia adotada nos últimos anos pela Ademicon, que visa aumentar a sua capilaridade e diversificar seu portfólio de produtos.

O segmento de imóveis apresentou aumento de 42% nos créditos comercializados em 2021, respondendo por R$ 5,8 bilhões do total da empresa. Já a divisão de consórcio de veículos, que começou a operar em maio de 2020, cresceu 207%, comercializando R$ 501 milhões em créditos. No segmento de veículos leves e pesados, o valor ultrapassa os R$ 2 bilhões se considerarmos também os consórcios de marcas parceiras administrados pela empresa, como New Holland, Iveco e Librelato.

Somente no ano passado, a  paranaense Ademicon abriu 45 unidades de negócio, uma expansão que proporcionou inclusive a entrada em novos mercados. Com as inaugurações, a empresa encerrou o ano presente em 17 estados mais o Distrito Federal.

Para este ano, a meta é alcançar R$ 10 bilhões em créditos comercializados e abrir 24 unidades de negócio no país. "Nosso objetivo é manter a expansão territorial, chegando a mais de 160 unidades no Brasil, aumentar a comercialização de créditos e, principalmente, focar em qualidade, elevando o nível de satisfação dos clientes", afirma Tatiana Schuchovsky Reichmann, CEO da Ademicon, em nota.

Pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, a empresa também possui em sua carteira consórcio de serviços, home equity (empréstimo com garantia de imóvel) e seguros. "Parte da nossa estratégia de melhorar a satisfação dos clientes passa por oferecer novos produtos e, este ano, teremos novidades. Queremos que o cliente considere a Ademicon como a sua casa de soluções financeiras", explica Tatiana. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), de janeiro a novembro, o volume de créditos comercializados pelo setor cresceu 34,4% em relação ao mesmo período de 2020.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/