Quebra do Silicon Valley Bank é a maior desde 2008

Fato gera preocupação de que mais empresas possam fechar
O Silicon Valley Bank tem uma numerosa base de clientes de startups de tecnologia no Vale do Silício

Reguladores do estado da Califórnia decidiram nesta sexta-feira (10) tomar posse do Silicon Valley Bank (SVB) nomeando o Federal Deposit Insurance Corp (FDIC) como administrador. A instituição financeira norte-americana tem uma numerosa base de clientes de startups de tecnologia no Vale do Silício. Essa é a segunda financeira regional a cair nesta semana, depois que o Silvergate Capital anunciou que estava liquidando voluntariamente seu banco, provocando uma liquidação de ações bancárias e preocupações de que mais empresas possam fechar.

O FDIC afirmou os depositantes segurados teriam acesso a seus fundos até a próxima segunda-feira (13) pela manhã. Os depositantes não segurados receberão um certificado de liquidação pelo valor restante de seus fundos não segurados. Uma liquidação normalmente significa que os depósitos de um banco serão assumidos por outro banco saudável ou o FDIC pagará aos depositantes até o limite segurado. O Departamento de Proteção Financeira e Inovação da Califórnia citou liquidez inadequada e insolvência como justificativa para assumir o banco.

Os problemas se multiplicaram para o Silicon Valley Bank depois que o Founders Fund de Peter Thiel e outras empresas de capital de risco (venture capital) de alto nível aconselharam suas empresas de portfólio a sacarem o dinheiro do banco. O caso levou a controladora SVB Financial Group a anunciar que tentaria levantar mais de US$ 2 bilhões após uma perda significativa em seu portfólio.

Veja mais notícias sobre MundoEconomiaTecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 15 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/