Dólar fecha no menor valor em quase dois meses

Bolsa tem terceira queda seguida, influenciada pelo exterior
A moeda norte-americana acumula queda de 3,1% em abril e alta de 5,1% no ano

Num dia de alívio no mercado de câmbio, o dólar fechou abaixo de R$ 5,50 e atingiu o valor mais baixo em quase dois meses. A bolsa de valores, no entanto, não acompanhou o otimismo e teve a terceira queda seguida, influenciada pelo mercado externo. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (22) vendido a R$ 5,455, com recuo de 1,7%. A cotação operou em queda durante quase toda a sessão e está no menor nível desde 24 de fevereiro, quando a cotação tinha fechado em R$ 5,422. A divisa norte-americana acumula queda de 3,1% em abril e alta de 5,1% no ano.

No mercado de ações, o índice Ibovespa fechou o dia aos 113.371 pontos, com queda de 0,5%. Com recuo acumulado de 1,4% na semana, o indicador pode ter a primeira semana de baixa após três semanas seguidas de altas. A cotação do dólar foi influenciada por uma combinação de fatores domésticos e externos. A decisão do Banco Central Europeu de manter o ritmo de compras emergenciais de títulos públicos aumentou a disposição dos investidores internacionais em aplicarem em países emergentes. No Brasil, a entrada de recursos de exportações agrícolas e o avanço nas negociações sobre o Orçamento de 2021, cujo acordo está sendo anunciado no fim desta tarde, também aliciaram o mercado de câmbio.

A bolsa de valores não aproveitou o desempenho positivo. O Ibovespa operou em alta até o início da tarde, mas reverteu o movimento acompanhando os índices norte-americanos. Nesta quinta, o presidente Joe Biden anunciou a disposição em elevar para 39,6% os impostos sobre ganhos de capital (ganhos com a valorização de ativos) dos americanos que recebem mais de US$ 1 milhão por ano.

Com informações das Agências Brasil e Reuters

Veja mais notícias sobre Mercado de CapitaisBolso & Bolsa.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection