Conasa, de Londrina, ingressa com pedido de abertura de capital

A companhia pretende usar os recursos captados no IPO para aquisições
A empresa paranaense atua no Mato Grosso, Piauí, Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Pará

A Conasa (Companhia Nacional de Saneamento), de Londrina, ingressou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com um pedido de abertura de capital. A companhia pretende usar os recursos captados no IPO para aporte de capital, aquisições e pagamento de dívidas. A Conasa atua em vários segmentos, entre eles infraestrutura, com foco em concessões públicas e Parcerias Público Privadas (PPPs) de saneamento, iluminação pública e rodovias. Atualmente, as operações incluem o atendimento a 825 mil pessoas em saneamento, a gestão de 283 mil pontos de iluminação e 520 quilômetros de rodovias. No ano passado, a empresa faturou R$ 282,6 milhões e obteve lucro líquido de R$ 57,7 milhões (veja os principais indicadores na tabela abaixo).

A empresa paranaense atua no Mato Grosso, Piauí, Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Pará. Em seu prospecto, de quase 1 mil páginas (leia aqui o documento na íntegra), a Conasa destaca a oportunidade que pode ter na área de saneamento. De acordo com a minuta, o setor se caracteriza por baixos índices de cobertura, fruto de décadas de déficit em investimentos. Entre 2014 e 2018 foram investidos aproximadamente R$11,4 bilhões por ano, de acordo com a Associação Brasileira de Concessões (ABCON).

A Conasa é a 272ª maior empresa da região e também a 100ª maior do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado por AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre Mercado de CapitaisEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection