Como o mercado reagiu ao resultado das urnas

Ibovespa sobe e dólar cai na manhã seguinte das eleições
Investidores também especulam sobre a formação da equipe econômica do terceiro governo Lula

Após o Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, abrir em queda de quase de 2%, virou para alta de mais 1,2%, aos 115,9 mil pontos. Já por volta das 13h o índice beirava a estabilidade (+0,08%). Perto das 14h, o Ibovespa retrocedia 0,8%m aos 113.125 pontos. O dólar caia 1,38%, sendo comercializado a R$ 5,27 perto do meio-dia. Investidores também especulam sobre a formação da equipe econômica do terceiro governo Lula.

Para a XP, nos próximos dias as ações das estatais devem continuar voláteis, dada a persistente incerteza em relação às suas políticas futuras. No caso do Banco do Brasil (BBAS3), essas questões giram em torno das linhas de concessão de crédito subsidiadas. Para a Petrobras (PETR4), as principais questões são em relação à futura política de precificação de combustíveis, bem como seus programas de investimentos futuros. A eleição de Lula não deve gerar uma reestatização da Eletrobras, afirma o Credit Suisse. O banco destaca que o processo geraria um custo elevado para a União, com ativação de cláusula de barreira ("poison pill") que obrigaria a realização de uma oferta para aquisição de todas as ações ordinárias.

Ações como as de construtoras podem se beneficiar da eleição do petista. O comércio também tem se beneficiado. A maioria dos papéis das companhias ligadas ao varejo registra forte alta. Magazine Luiza subia 5,25%, a R$ 4,61, Via avançava 4,93%, a R$ 3,19, e Americanas registrava valorização de 3,63%, a R$ 15,74. Entre as empresas de moda, Lojas Renner sobe 7,83%, a R$ 31,14, Guararapes apresenta ganho de 8,2%, a R$ 9,76 e Soma tem alta de 6,51%, sendo vendida a R$ 14,73.

O Goldman Sachs afirmou que as ações de varejo devem reagir positivamente à vitória de Lula. Na visão do banco, as expectativas de apoio à renda e a promessa de um programa de reestruturação da dívida do consumidor estão entre as propostas que podem ser vistas como um suporte para o consumo. As ações de empresas de educação também operam em forte alta na B3. Os papéis da Cogna, por exemplo, avançam 2,51%, cotadas a R$ 3,26, enquanto as da Yduqs sobem 4,25%, precificadas a R$ 15,95, e as da Ânima têm alta de 8,59%, cotadas a R$ 6,70.

Veja mais notícias sobre BrasilEconomiaMercado de Capitais.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 16 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/