Porto de Imbituba anuncia R$ 11,2 milhões em investimentos

O dia também ficou marcado pela inauguração do novo guindaste sobre rodas
Aporte aumenta a eficiência operacional do porto catarinense

As autorizações para lançamento dos processos licitatórios de três importantes melhorias para o Porto de Imbituba foram assinadas na terça-feira (4): a derrocagem no Cais 1, a execução de dolfim no Cais 2 e a compra de duas balanças rodoviárias. As obras e aquisições somam R$ 11,2 milhões em investimentos para alavancar a capacidade operacional do Porto. O ato foi realizado pela diretoria executiva da SCPAR Porto de Imbituba, com a presença de diretores da holding SCPAR.

A execução de um dolfim de amarração no Cais 2, juntamente com obra de derrocagem do Cais 1 (retirada de rochas submersas), permitirão o atendimento permanente de três navios no local, passando dos atuais 660 metros de cais linear nos dois berços para 710 metros. Já a aquisição de novas balanças rodoviárias e automatização de todo o sistema existente agilizará o fluxo de pesagem de cargas. "Esses investimentos são parte do pacote de medidas previstas em nosso planejamento para aumentar a eficiência operacional do porto, oferecendo outro patamar de serviços aos usuários", explica o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Luís Antonio Braga Martins.

O dia também ficou marcado pela inauguração do novo guindaste sobre rodas que passa a operar no Porto de Imbituba. O investimento de cerca de R$ 30 milhões é da operadora portuária Granéis Imbituba (joint venture das arrendatárias Fertisanta e Serra Morena). O guindaste tem capacidade de carga de 84 toneladas e alcance de 48 metros. Extremamente versátil, pode ser utilizado para movimentação de granéis e carga geral, podendo se deslocar por todos os berços do porto.

Veja mais notícias sobre InfraestruturaEmpresaSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 22 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/