Sidebar Menu

Volkswagen estenderá paralisação no Paraná até o final de junho

O motivo é a escassez de semicondutores
Segundo a Volkswagen, novas paralisações não estão descartadas futuramente caso o cenário global de fornecimento de semicondutores permaneça crítico

A Volkswagen comunicou nesta sexta-feira (11) a paralisação das operações de suas áreas produtivas nas fábricas de São Bernardo do Campo e São Carlos, em São Paulo, e de São José dos Pinhais, no Paraná, a partir de 21 de junho, pelo período de 10 dias. A escassez de semicondutores está levando a vários gargalos de fornecimento em muitas indústrias globalmente e também tem gerado problemas no abastecimento da indústria automotiva ao redor do mundo desde a virada do ano.

A produção na unidade paranaense já estava paralisada desde o dia 7 de junho, pelo mesmo motivo, e não vai retomar operações no prazo estipulado anteriormente, dia 17. A montadora não informou a situação da fábrica em Taubaté (SP), que também teve produção suspensa no início do mês. Segundo a Volkswagen, novas paralisações não estão descartadas futuramente caso o cenário global de fornecimento de semicondutores permaneça crítico, impactando diretamente as atividades de produção da empresa no Brasil.

"Nos últimos meses, o time da Volkswagen do Brasil tem trabalhado intensamente, em parceria com a matriz e fornecedores, para minimizar os efeitos da escassez de semicondutores para a produção em suas fábricas no Brasil. Entretanto, o cenário atual não demostra o encaminhamento para uma solução definitiva visando a normalização do fornecimento de chips. Ao contrário, há sérios riscos de agravamento dessa situação nas próximas semanas", declara a companhia em nota enviada ao Portal AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre IndústriaEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection