Renault anuncia investimento de R$ 2 bilhões no Paraná

Multinacional produzirá um novo SUV no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais
Cerimônia celebrou os 25 anos da multinacional francesa no Paraná e contou com a participação do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do presidente em exercício Geraldo Alckmin

A Renault do Brasil vai investir mais R$ 2 bilhões para produzir um novo veículo no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O anúncio foi feito na segunda-feira (4), na cerimônia que celebrou os 25 anos da multinacional francesa no Paraná e contou com a participação do presidente em exercício Geraldo Alckmin e do governador Carlos Massa Ratinho Junior. O aporte vai viabilizar a produção de um C-SUV completamente novo sobre a Plataforma Modular do Grupo Renault, a mesma utilizada na linha de montagem do Kardian, veículo que será lançado para o mercado em março de 2024. O novo investimento faz parte do International Game Plan 2027 da empresa, projeto mundial da Renault que prevê fabricar oito novos modelos, incluindo três SUVs do segmento C, entre 2024 e 2027 para os mercados internacionais.

Desde 2021, a montadora destinou R$ 5,1 bilhões para a planta paranaense, com apoio do programa de incentivos fiscais do governo estadual. "A Renault é um grande cartão de visitas para o Paraná, porque ajuda a atrair outras indústrias. Os novos investimentos nesta planta representam a garantia de novos empregos e novos projetos", afirmou Ratinho Junior. O presidente em exercício destacou o papel estratégico da Renault no cenário automotivo nacional, que coloca o Brasil como a oitava maior participação no segmento mundial. "A Renault representa o conceito de neoindustrialização, que é baseada em inovação e sustentabilidade e é o que queremos incentivar para estimular a industrialização do Brasil", destacou.

"O Brasil é um grande mercado mundial, e reforçamos que nosso interesse não é apenas vender carro para cá, mas produzir aqui os veículos, que são comercializados para mais de 20 países. A Renault já é a maior exportadora do Paraná e quer avançar mais", afirmou o CEO da Renault na América Latina, Luiz Fernando Pedrucci. O presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, ressaltou que o modelo anunciado será o segundo veículo produzido no Brasil como parte do International Game Plan, anunciado mundialmente em outubro. "Estamos ampliando a gama de produtos fabricados pela Renault no Paraná, entrando em um novo segmento em que ainda não estamos presentes", disse. 

"A Renault do Brasil é um polo exportador para todos os países da América Latina e desempenha um papel estratégico no mundo, sendo o segundo maior mercado depois da França", completou. O novo veículo utilizará um motor produzido no Complexo Ayrton Senna pela Horse, empresa do Grupo Renault dedicada ao desenvolvimento, produção e fornecimento da próxima geração de motores híbridos com baixa emissão de CO2. A companhia fará um investimento de R$ 100 milhões também no Complexo Ayrton Senna, anúncio feito na semana passada pelo governador Ratinho Junior e o CEO da empresa, Patrice Haettel. 

Inaugurado em 1998, o Complexo Industrial Ayrton Senna ocupa uma área de 2,5 milhões de metros quadrados em São José dos Pinhais, sendo que 40% disso é de floresta de Mata Atlântica preservada. O local abriga o conjunto de fábricas da Renault e de indústrias parceiras, além de ser o polo exportador para a América Latina. Foram mais de 3,5 milhões de veículos produzidos nesses 25 anos, sendo que 1 milhão deles foram exportados para países de toda a América Latina. A unidade gera, atualmente, cerca de 5,3 mil empregos diretos e outros 25 mil indiretos. A Renault é a 18ª maior empresa da região e também a oitava maior do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC Brasil. Acesse o ranking completo clicando aqui e acessando aqui você pode conferir o anuário impresso no formato digital mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre IndústriaEmpresaNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 23 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/