Sidebar Menu

São José dos Pinhais registra salto em investimentos de 2018 para 2019

Levantamento da FNP trouxe dados de 17 cidades da região Sul
Com uma população de 323.340 habitantes, o município saiu de um investimento de R$ 34,4 milhões em 2018, para R$ 76,5 milhões no ano seguinte

Levantamento realizado pelo anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, lançado neste mês pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), aponta que São José dos Pinhais (PR) foi a que registrou o maior crescimento nos investimentos em 2019, entre as 17 cidades do Sul selecionadas para o estudo, com 122,1% (confira a tabela com os dez primeiros colocados, pelo valor do investimento, ao final desta reportagem).

Com uma população de 323.340 habitantes, o município saiu de um valor de R$ 34,4 milhões em 2018, cifra que estava bastante reduzido para o padrão histórico da cidade, para R$ 76,5 milhões em 2019. A segunda cidade com maior aumento do índice foi Joinville (SC), com 75%, saltando de R$ 49 milhões para R$ 85,8 milhões no período analisado. Ressalte-se que também neste caso, o nível do investimento de 2018 estava abaixo do padrão histórico.

Em valores absolutos, Curitiba (PR) foi a que mais investiu na região em 2019, totalizando R$ 402,6 milhões, seguida pelas capitais Porto Alegre (RS), com R$ 253,1 milhões, e Florianópolis (SC), com R$ 216,5 milhões. Segundo a publicação, a capital do Rio Grande Sul foi a única que registrou queda nos investimentos (-17,6%).

A maior redução, entre as selecionadas, foi a de Maringá (PR), com -43,3%. Na 15ª edição do anuário, o município ocupou a segunda colocação em crescimento na região. Viamão (RS) foi a segunda maior redução, com 18,4%, seguida de Porto Alegre e de Foz do Iguaçu, com 6,5%.

Somados, os investimentos de todos os municípios do Sul em 2019 registraram um aumento de 17,9%, aproximadamente, comparados ao ano anterior, saindo de R$ 7,8 bilhões para R$ 9,2 bilhões, o que representou um avanço de 19,5%.

Em sua 16ª edição, o anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios da Brasil utiliza como base números da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentando uma análise do comportamento dos principais itens da receita e despesa municipal, tais como ISS, IPTU, ICMS, FPM, despesas com pessoal, investimento, dívida, saúde, educação e outros.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Novembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection