Sidebar Menu

​Sierra espera faturar R$ 400 milhões este ano com área de móveis

Grupo também lançou seu primeiro empreendimento imobiliário
A empresa prevê aumento de 30% no faturamento do segundo semestre em comparação com o primeiro deste ano
No início do segundo semestre, apesar dos desafios econômicos causados pela pandemia, a Sierra Móveis, fabricante de móveis, inaugurou duas novas lojas no Brasil: em Joinville (SC) e Aracajú (SE). A empresa chegou recentemente também em Buenos Aires, capital argentina e, em breve, estará em Medelin, na Colômbia. No mercado externo, já conta com lojas no Chile, Argentina (em Córdoba), Panamá, Paraguai, Peru e República Dominicana. A companhia também prospecta locais nos Emirados Árabes, EUA e México.

A empresa prevê aumento de 30% no faturamento do segundo semestre em comparação com o primeiro deste ano e registrou 20% de crescimento nas vendas de janeiro a agosto na comparação com mesmo período de 2019. Para 2021, a previsão de investimentos é de cerca de R$ 20 milhões e também abrir uma loja em Estoril (Portugal) e outra em Porto Alegre (RS). "Apesar de estarmos vivendo um contexto complexo, conseguimos manter a demanda em razão dos nossos clientes estarem mais tempo em casa e dedicarem mais atenção e investimento a melhorias nos ambientes residenciais", garante André Tisssot, presidente do Grupo Sierra. Fundada em 1990, a Sierra Móveis é referência no mercado de móveis sofisticados, exclusivos e sustentáveis. A empresa conta com mais de 70 lojas nas principais capitais do país,

Tissot, que em 2020 celebra três décadas de Sierra Móveis, agora desbrava o segmento imobiliário. Com endereço privilegiado em Gramado, o empreendimento é o primeiro multipropriedade de alto padrão do Rio Grande do Sul, um dos cinco do Brasil. Trata-se de um modelo aderente à economia compartilhada. Ou seja, baseado no consumo colaborativo, alinhado aos propósitos da sustentabilidade.

Oferecendo experiência AAA aos clientes, possui design autêntico e estilo europeu, e fica localizado a 1,4 quilômetro da rua coberta da romântica Gramado, em uma área de mais de 21 mil metros quadrados. São quatro torres onde se distribuem 42 apartamentos, além de uma estrutura completa de lazer. Os apartamentos decorados com a alta movelaria da Sierra, possuem de 197 a 444m², e tem 3 e 4 dormitórios com suíte, living, espaço gourmet, cozinha, sala de jantar e adega bar. "O La Liberté foi criado para trazer mais praticidade e tranquilidade para os seus proprietários, por isso, disponibilizamos os benefícios de um hotel como concierge, chef exclusivo, camareira e serviço de quarto", explica o empresário.

O formato que iniciou nos Estados Unidos já é um grande sucesso em diversas partes do mundo, e permite que a pessoa, juntamente com um grupo seleto, seja proprietária da mesma estrutura. Cada um dos donos é titular de uma fração de tempo, com exclusividade, da totalidade do imóvel, a ser exercida pelos proprietários de forma alternada. Além disso, a compra da propriedade possibilita a liberdade de escolha entre estar no empreendimento no período de uso - duas semanas por ano - ou em outros dos mais de 200 destinos de férias, em um cardápio bastante atrativo. O proprietário torna-se sócio do programa de intercâmbio The Registry Collection, voltado exclusivamente para imóveis de luxo. A primeira e segunda fase de entregas do La Liberté estão previstas para 2022 e 2023.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Novembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection