Plantar para colher os frutos

Com investimentos de R$ 15 bilhões em dez anos, a Yara segue adubando o plano de ser a principal parceira do campo
O mercado brasileiro deverá ter mais um ano de forte crescimento

A demanda por fertilizantes se mantém aquecida em 2021, após crescimento de 12% no ano anterior por conta do cenário positivo de rentabilidade para as principais commodities agrícolas – destacadamente grãos, o que tem motivado os agricultores a investir mais e antecipar as compras de fertilizantes. 

O mercado brasileiro deverá ter mais um ano de forte crescimento: acima de 5% em comparação a 2020, ultrapassando a marca de 42 milhões de toneladas entregues ao agricultor. Mas, ainda assim, a Yara está com sinais de alerta em toda a sua cadeia, como pela crescente demanda pelas mais diversas matérias-primas a nível global e obstáculos na logística.

"Este momento atípico tem levado o setor agrícola a enfrentar pressões no preço e na disponibilidade de insumo para a safra que se inicia", explica Maicon Cossa, vice-presidente comercial da Yara Brasil. "O que plantamos e nutrimos hoje repercute diretamente na segurança alimentar do país e até de outras nações na sequência, devido ao grande potencial agrícola do Brasil", completa.

Nesse sentido, a companhia está determinada a se firmar como a principal parceira de agricultores e empresas de alimentos, fornecendo soluções em nutrição de plantas sustentáveis para ajudá-los a prosperar. A Yara tem contribuído decisivamente para esse processo de desenvolvimento, tanto por trazer e adaptar para o Brasil tecnologias já utilizadas em outros países quanto no investimento em pesquisa e desenvolvimento totalmente focados nas especificidades dos solos e culturas do país. "O produtor brasileiro está percebendo cada vez mais, safra a safra, que investir em soluções tecnológicas e produtos de alta performance está associado diretamente ao fato de conseguir resultados ainda melhores", conclui Cossa.

Este conteúdo integra o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro. 

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/