Sidebar Menu

Costão do Santinho teve prejuízo de R$ 50 milhões com pandemia

Para recuperar perdas, resort catarinense lança modelo de eventos com distanciamento social que integra espaços "indoor" e "outdoor"
No total, o Costão e parceiros aportaram R$ 6,5 milhões no espaço

Com a pandemia, desde março, o Costão do Santinho deixou de promover mais de 104 eventos, o que fez com que o estabelecimento acumulasse prejuízo de R$ 50 milhões. Porém, o resort acaba de lançar uma proposta de espaços "indoor" e "outdoor", apelidado de "Costão In & Out", que integra todas as áreas de eventos e fornece um conglomerado mais funcional e capacitado para lidar com as companhias durante a pandemia. No total, o Costão e parceiros aportaram R$ 6,5 milhões na empreitada.

A investida em um momento tão delicado é ousada, mas há um cenário promissor à frente, na visão da empresa. O alto investimento deve ser recompensado ao longo de alguns meses, de acordo com o executivo do Costão do Santinho, Rubens Régis, que comemora a iniciativa e destaca a importância de um projeto pioneiro e totalmente integrado à realidade: "Com todos os dispositivos de segurança e reunindo o que há de mais moderno, inovador e tecnológico no mundo, Florianópolis agora tem um centro de eventos totalmente capacitado. Nosso objetivo é dar fôlego para o mercado e oferecer algo novo, funcional e adaptado a todas as situações", afirma.

Régis complementa que estudos e avaliações do mercado apontam que os eventos on-line substituirão reuniões internas e alguns treinamentos, mas as convenções de vendas e eventos de relacionamento com clientes permanecerão em grande parte presencial. "Ninguém suporta mais de duas horas on-line somente ouvindo palestras e interagindo pelo computador. As ações presenciais são importantes para trocarmos e vivermos experiências", diz ele. "O modelo também põe em xeque os eventos híbridos, pois tudo que se viu no mercado até agora são eventos on-line, em que somente a equipe técnica fica num estúdio de gravação ou num resort ou hotel. Esse modelo não é híbrido e sim on-line. O evento híbrido seria num formato em que, por exemplo, 500 pessoas estão no resort e mais 500 estão on-line. Imagina, com isso, considerar quais funcionários terão direito a estar presenciais e quais ficarão on-line", ressalta o executivo.

O "Costão In & Out" possibilita todos os tamanhos e formatos de eventos. Todos eles estarão à disposição para os eventos, mesmo após o período do distanciamento. A Arena Frente Mar tem capacidade para até 280 pessoas em distanciamento social ou 850 pessoas no futuro, sem as regras atuais. A Arena Guga Kuerten pode receber até 266 pessoas durante a pandemia e 1050 em situação normal. Já a Arena Campo de Futebol suporta, atualmente, até 610 pessoas e no pós-pandemia, 1733. Tudo se integra ao indoor, infraestrutura fechada do parque de eventos, com espaços e salas modulares nos mais diversos formatos, com capacidade para até 4 mil pessoas, divididas em 20 salas, para todos os tamanhos de eventos.

Veja mais notícias sobre EmpresaCoronavírusSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Novembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection