Sidebar Menu

A fonte não pode secar

Nascida em 2016, a catarinense Acqua Logic tem entre suas soluções sistemas para evitar perdas no saneamento de cidade
“Problemas energéticos e hídricos preocupam a população”, nota Luca

Cálculos realizados por especialistas estimam que, até 2030, 40% da população mundial terá acesso insuficiente a água para fins higiênicos. Paradoxalmente, são perdidos, mundialmente, 48 bilhões de metros cúbicos por ano nos sistemas de distribuição de água, segundo o Banco Mundial. A ideia da solução da Acqua Logic nasceu de uma observação do time técnico da startup: as concessionárias não dispõem de programas de controle de perdas, ou não fazem uso de ferramentas integradas e inteligentes, o que acaba gerando resultados deficitários – e é evidente que o combate às perdas desempenha um importante papel neste contexto. O sistema da Acqua Logic analisa dados e os transforma em informações para que concessionárias e municípios possam tomar as melhores decisões, otimizando a gestão e priorizando investimentos de maior retorno. Assim, os índices de perdas de água são reduzidos e a eficiência energética otimizada.

Pioneira neste tipo de solução no mercado nacional, a startup nasceu em 2016, durante um processo seletivo promovido dentro da iniciativa "Sinapse da Inovação" do governo de Santa Catarina. O recurso recebido foi aportado no desenvolvimento da tecnologia, o que fez com que o investimento em inovação ficasse marcado em seu DNA. Atualmente incubada na Fundação Softville, em Joinville, a Acqua Logic conta com uma inserção no ecossistema de inovação e negócios que possibilita amplo contato com potenciais clientes e parceiros, e aí está um de seus trunfos para a constante evolução dos processos. "Um exemplo recente foi a incorporação de um dispositivo de hardware à nossa solução, o que possibilita a geração de mais dados e potencializa o analytics. Módulos recentes relacionados à área de eficiência energética surgiram totalmente para atender à demanda do mercado, já que a sociedade está cada vez mais preocupada com problemas relacionados à questão hídrica e energética", conta o CEO Felipe de Luca.

A empresa está sendo constantemente remodelada, desde a solução em si até o modelo de negócio. Recentemente, começou a atuar com um modelo de contratação que une empresas do setor privado que desejam auxiliar o setor público a gerar impactos sociais e ambientais positivos para a população. No caso da Acqua Logic, a missão é aumentar a disponibilidade de água e ajudar a melhorar a qualidade do serviço no setor público, principalmente para as comunidades mais carentes, onde o abastecimento é ainda mais deficiente. 

A Acqua Logic é uma das empresas presentes no ranking Campeãs da Inovação, publicado por AMANHÃ em parceira com o IXL-Center, dos Estados Unidos. A pesquisa adota o Innovation Management Index, ferramenta da metodologia do Global Innovation Management Institute (Gimi) aplicada pelo IXL-Center, de Cambridge, região metropolitana de Boston (EUA).

A Acqua Logic também lidera o sub-ranking de startups (veja os destaques na tabela abaixo). Acesse o resultado completo da 16ª edição do ranking Campeãs da Inovação clicando aqui.

Veja mais notícias sobre EmpresaGestãoSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 26 Janeiro 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection