Sidebar Menu

Projetos de comunicação provocam ações para a retomada pós-pandemia

Ação Inovadora e Hack pela Gastronomia desafiam e conectam empreendedores, além de reunir cases de sucesso para inspirar outros negócios
Histórias inspiradoras de negócios que se reinventaram na pandemia serão contadas durante todo o mês de outubro, informa Andréa Sorgenfrei, head da Pinó

Dois projetos inovadores de produção de conteúdo estão em andamento para inspirar empreendedores brasileiros em suas estratégias de superação dos efeitos da pandemia da Covid-19. Ambos têm o apoio do Facebook Journalism Project (FJP), que em parceria com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, em inglês) lançou um fundo de US$ 2 milhões para ajudar as organizações de notícias na América Latina durante a crise.

Em formato digital e cem por cento gratuitos, o Ação Inovadora e o Hack pela Gastronomia olham para os desafios das micro e pequenas empresas e foram aprovados para o aporte máximo do FJP, que varia de US$ 10 mil a US$ 40 mil, além de orientação e treinamento digital. A iniciativa é da Pinó, nova unidade de negócios da Gazeta do Povo, que promove as marcas Bom Gourmet, GazzConecta e HAUS.

O Hack pela Gastronomia envolveu todo o setor de food service, durante o mês de setembro, com o objetivo de buscar soluções práticas para os novos tempos. Uma maratona de talks reuniu 45 especialistas, entre chefs e gestores, abordando diversos temas e desafios do setor. Os cinco dias de debates precederam um hackathon com centenas participantes de 23 estados brasileiros.

Reunidos em times, microempreendedores e mentores construíram juntos 71 soluções práticas, processos e produtos, gerando um grande banco de oportunidades e ideias, que está à disposição de toda a cadeia da alimentação fora de casa. Ao mesmo tempo, o projeto Ação Inovadora colocou no ar um site para estimular a inovação, além de conectar micro, pequenas e médias empresas do Paraná a um time de especialistas no assunto. Nas primeiras cinco semanas, a equipe do Ação Inovadora está produzindo conteúdos sobre o cenário desafiador de cinco grandes setores – indústria, saúde, comércio, educação e fintechs.

Com o olhar no agora, mas também no médio e longo prazo, o material vai mostrar quais os gargalos de inovação que as empresas paranaenses enfrentam e exemplos de como superá-los. Além das matérias em texto, uma série de vídeos batizada de Gazz Insights apresenta as grandes tendências de inovação e como aplicá-las na realidade das empresas. Os vídeos estão disponíveis no YouTube do GazzConecta e também no site do Ação Inovadora.

Como o poder público também faz parte dessa corrente, o superintendente de Inovação do Governo do Paraná, Henrique Domakoski, comanda o PR Talks, série de lives com agentes da esfera pública, de instituições de pesquisa e também do setor privado sobre o papel de cada um na busca pela transformação das empresas. As lives acontecem às quintas-feiras às 18h no Instagram do GazzConecta (@gazzconecta), desde 3 de setembro até 1 de outubro.

Inspirar os outros a inovar
Na segunda fase do projeto, no início de outubro, a equipe do Ação Inovadora contará histórias de empresas que se reinventaram durante este ano de crise e conseguiram, de alguma forma, melhorar processos ou as estratégias dos seus negócios.

O Ação Inovadora abrirá um canal de contato no site para que os micro, pequenos e médios empresários e seus colaboradores compartilhem cases de sucesso com o problema enfrentado, iniciativas e resultados obtidos. O objetivo é formar um grande banco de histórias inspiradoras para estimular profissionais e empresas de todo o Brasil a inovar também.

O formulário para inscrição dos cases já está disponível no site do Ação Inovadora neste link, e as histórias serão contadas durante todo o mês de outubro, informa Andréa Sorgenfrei, head da Pinó (foto).

Encontrar novos caminhos
No último mês do projeto, em novembro, o Ação Inovadora irá conectar empresas a mentores e especialistas do mercado para esclarecer dúvidas ou angústias sobre qual caminho tomar para conseguir ultrapassar um desafio interno.

A ideia é que os empresários enviem seus questionamentos em um canal dentro do site do Ação de forma anônima. As dúvidas passarão pela curadoria da equipe do projeto e serão encaminhadas a profissionais capacitados que responderão às questões, formando um grande banco de soluções criativas que podem contribuir para outras empresas que podem estar passando por algo semelhante.

O canal de envio das dúvidas estará disponível a partir de 10 de outubro no site. E os conteúdos com os especialistas serão desenvolvidos durante todo o mês de novembro.

Veja mais notícias sobre EmpreendedorismoNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 03 Dezembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection