Grupo Essent terá complexo tecnológico em Horizontina

Aporte será de mais de R$ 6 milhões
“Horizontina está num momento estratégico que é de se tornar um polo de inovação e tecnologia no interior do estado e estamos aproveitando para somar nossos esforços e contribuir para o desenvolvimento de toda a nossa região”, avalia Sturm

O Grupo Essent, composto por empresas de serviços financeiros voltados para empresas, política e agronegócio, realizará nesta sexta-feira (29) o lançamento da pedra fundamental do complexo tecnológico em Horizontina (RS). Na ocasião, também será anunciada a criação da MIRA Labs, uma pré-aceleradora de startups, o quarto negócio do grupo. O aporte será de mais de R$ 6 milhões, investimento esse conjunto com investidores e empresas patrocinadoras da região, na estrutura que englobará todos além dos negócios do grupo, que hoje atua com contabilidade nos ramos eleitoral, agrícola e empresarial, um grande coworking para pré-aceleração de negócios inovadores.

O investimento inédito deve potencializar a diversificação da matriz econômica do município localizado a 500 quilômetros de Porto Alegre, que é reconhecido pela sua produção de maquinário agrícola. Agora, a cidade terá um moderno espaço para incentivar a tecnologia e a inovação, fortalecendo a interface entre mercado e academia. A pré-aceleradora foi criada pelos sócios do Grupo Essent, liderados por Guilherme Sturm, CEO da Essent Jus, e Rodrigo Barichello, considerado pela Fapesc em 2021 um dos três professores mais inovadores de Santa Catarina.

Ele assumirá o papel de CEO da MIRA Labs, com o objetivo de melhorar o desempenho de startups, especialmente de regiões interioranas e em estágio de validação de modelo de negócio. Segundo estudo da PwC Brasil, nove em cada dez startups morre antes mesmo de chegar ao ponto de aceleração do negócio. "Há um abismo entre o período que um projeto deixa a incubadora de sua universidade e se torna uma startup em busca da aceleração do negócio. E a maioria das ideias morre nessa fase. Para ajudar o empreendedor a atravessar esse vale até o sucesso é que surge da MIRA Labs, que tem ainda outras particularidades", explica Barichello.

O grupo que nasceu em Tucunduva (RS) escolheu construir a sede na cidade vizinha pelo apoio da prefeitura local e incentivos fiscais que potencializam a expansão dos negócios do conglomerado. O município também se mantém ligado ao conceito de valorização da cultura interiorana e seu potencial de fazer arranjos cooperativos. "Horizontina está num momento estratégico que é de se tornar um polo de inovação e tecnologia no interior do estado e estamos aproveitando para somar nossos esforços e contribuir para o desenvolvimento de toda a nossa região", avalia Sturm.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/