Sidebar Menu

Santa Catarina tem 15 das 16 regiões em estado gravíssimo

Matriz de risco aponta melhora em Xanxerê
A região Carbonífera é a única que está com o número de leitos abaixo dos 90% de ocupação

Depois de cinco semanas com todas as regiões em estado gravíssimo, o governo catarinense divulgou neste sábado (3) os dados da matriz de risco potencial em relação ao novo coronavírus que apontam para uma melhora na região de Xanxerê. O mapa indica que as outras 15 regiões catarinenses se encontram em nível gravíssimo (cor vermelha) pela sexta semana consecutiva, enquanto Xanxerê é a primeira a voltar ao nível grave (cor laranja).

Segundo a cientista de dados Bianca Vieira, a melhora se deve pela baixa dos indicadores nos índices de transmissibilidade, do evento sentinela e, principalmente, do monitoramento dos casos, que voltou à cor amarela (nível alto), caindo duas posições na região. "O padrão de melhora dos indicadores continua, com destaque para os de transmissibilidade, que estão mostrando queda em todas as regiões. Nenhuma região apresentou nota máxima pela primeira vez em bastante tempo, o que é um resultado positivo, mesmo que a capacidade de atenção permaneça em nível gravíssimo em todas as regiões", afirmou Bianca, que acrescenta ainda que os números demonstram o reflexo da vacinação em Santa Catarina, que tem sido intensificada nas últimas semanas. Confira a matriz na íntegra aqui.

Na capacidade de atenção, a região Carbonífera é a única que está com o número de leitos abaixo dos 90% de ocupação. Outras quatro regiões estão com ocupação maior que 95%, sendo que a restante continua com 100% de ocupação. O percentual de positividade dos exames processados está acima de 30% na maior parte do estado. A nova matriz será divulgada no dia 10 de abril.

Prorrogação de medidas
A governadora Daniela Reinehr editou um novo decreto (nº 1.238/2021) no domingo (4) que prorroga as medidas de combate à Covid-19 no Estado. As restrições em vigor em Santa Catarina, que venceriam às 6h desta segunda-feira, 5, passam a valer até o dia 12 de abril.A única alteração é em relação ao fornecimento de bebidas alcoólicas com consumo no próprio estabelecimento, que fica proibido entre 22h e 6h, em todos os níveis de risco.

As decisões foram tomadas após reunião do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) com representantes de entidades e com a nova secretária da saúde, Carmen Zanotto. Daniela ressalta que a revisão dos decretos em vigor buscará que as normas de prevenção ao coronavírus proporcionem o equilíbrio entre a segurança sanitária e a economia do Estado de Santa Catarina, permitindo que o atendimento das necessidades com a saúde ocorra em sintonia com a garantia da empregabilidade do catarinense.

Os demais regramentos do Decreto nº 1.218/2021 seguem valendo para Santa Catarina. Entre as principais medidas estão a proibição de funcionamento de casas noturnas, shows e espetáculos, eventos sociais e reuniões de qualquer natureza. A permanência em parques, praças, balneários e praias também não está autorizada. Clique aqui para ler o decreto na íntegra.

Veja mais notícias sobre CoronavírusSanta CatarinaSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 18 Abril 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection