Deisi da Costa conquista o título de Melhor Sommelier do RS

Além do concurso, foram divulgados os vencedores do Prêmio ABS-RS 2020 e 2021
“Eu sonhava com isso há muito tempo, admirava as competições dos outros estados, e agora temos o concurso no Rio Grande do Sul”, revela Deisi

Por Eduarda Pereira/Especial para o Cepas & Cifras


É da Serra Gaúcha, principal polo vitivinícola do Brasil, a vencedora do concurso Melhor Sommelier do Rio Grande do Sul 2021, promovido de forma inédita pela seccional gaúcha da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS). Deisi da Costa, radicada em Bento Gonçalves há 10 anos, conquistou o título no sábado (4), após prova prática realizada ao lado dos também sommeliers Felipe Guarnieri de Lima (Bento Gonçalves) e Luiz Gustavo da Silva Buske (Canela).

O anúncio ocorreu durante o Wine Summit Pocket, em transmissão ao vivo no canal da entidade no YouTube. Na cerimônia, que foi realizada no Spa do Vinho, no Vale dos Vinhedos, também foram revelados os destaques gaúchos do Prêmio ABS-RS 2020 e 2021, eleitos através de voto popular, e a escolha de Babiana Mugnol, nomeada Embaixadora da associação (leia mais detalhes abaixo).

"É muito emocionante. A parte prática foi de muita adrenalina. Agora veio a confirmação de todo este esforço, dessa trajetória que é muito longa, pois o trabalho de sommelier exige conhecimento do mundo todo. A emoção é ótima. É muito gratificante ver essa valorização do nosso Estado. Eu sonhava com isso há muito tempo, admirava as competições dos outros estados, e agora temos o concurso no Rio Grande do Sul. Mais do que nunca, fico feliz por representar as mulheres. Esse título tem um valor muito grande na minha carreira, por ser valorizada e abrir esse caminho, inspirando outras mulheres", celebra Deisi da Costa, que presta consultoria pela SOMMDE – Vinhos in English e é sócia da expedição cultural Voudevinho (@voudevinho).

Por ter conquistado o concurso, Deisi será a segunda profissional do Rio Grande do Sul a obter o Pin verde-e-amarelo. Antes dela, apenas o sommelier Vinícius de Miranda Santiago, também diretor da ABS-RS, tinha essa honraria. A sommelière de 32 anos é formada pela ABS-RS, com cursos em Negócios e Mercado do Vinho e Sommelier Master (em execução) pela associação, além de outras cinco qualificações na área. Em 2019, na primeira edição do Prêmio ABS-RS, Deisi foi escolhida na categoria Melhor Sommelier do estado.

Além do título de Melhor Sommelier do Rio Grande do Sul, Deisi será preparada pela ABS-RS para participar do concurso de Melhor Sommelier do Brasil, que ocorre no próximo ano, e ganhará passagens e a hospedagem para a competição nacional. No total, os prêmios para a campeã alcançam um valor equivalente a mais de R$ 10 mil. Os três classificados para a final também foram presenteados com ingressos e hospedagem para a Wine South America 2022, em Bento Gonçalves.

Presidido por Danio Braga (presidente da ABS-Brasil) e por Vinícius de Miranda Santiago (diretor de Degustação da ABS-RS), o júri do concurso ainda foi composto por Alexandra Aranovich (publicitária e sommelière formada pela ABS-RS), André Gasperin (presidente da Associação Brasileira de Enologia - ABE), Babiana Mugnol (jornalista e sommelière formada pela ABS-RS), Júlio César Kunz (presidente da ABS-RS), Jussara Konrad (gestora da Wine South America), José Luiz Borges (presidente da ABS-SP) e Rossela Ceni (presidente da ABS-SC), além de outros diretores da seccional gaúcha da ABS.

O grupo de 15 especialistas avaliou diversos pontos entre os candidatos, como a identificação de determinadas bebidas servidas às cegas e erros em uma carta. Os três finalistas também apresentaram o serviço formal do vinho.

"Na prova teórica já nos surpreendemos com o nível dos candidatos, que tiveram médias muito boas. Os três finalistas tiveram notas acima dos outros, se destacando desde a parte teórica por seus conhecimentos. Na prática, observamos o alto nível do serviço do vinho, que mostra que a sommellerie do Rio Grande do Sul tem um belo potencial", destaca o presidente da ABS-RS, Júlio César Kunz, que acompanhou todo o processo, desde as inscrições até as provas teórica e prática dos candidatos.

Para participar do concurso, o profissional precisava ter, ao menos, um ano de experiência como sommelier atuando no Estado. Antes do teste prático, os selecionados realizaram um exame teórico, em novembro. No total, 12 sommeliers participaram da disputa, sendo 75% homens e 25% mulheres. Quase metade dos candidatos eram de cidades turísticas da Serra Gaúcha (Bento Gonçalves, Canela, Garibaldi e Gramado) e os demais dos três maiores municípios do Estado (Canoas, Caxias do Sul e Porto Alegre).

Destaques gaúchos são homenageados no Prêmio ABS-RS
A ABS-RS também voltou a promover os destaques gaúchos do setor vitivinícola. Profissionais, empresas e região vitícola foram escolhidos pelo público, em oito categorias, no Prêmio ABS-RS 2020 e 2021. A revelação e entrega dos troféus também ocorreu na noite de sábado.

Com mais de 1,3 mil votantes, foram eleitos: Cobo Wine Bar (Carta de Vinhos); Garbo Enologia Criativa (Vinícola); Cuvée Vinoboutique (Winebar); Clô Restaurante (Serviço de Vinho em Restaurante); Casa Valduga (Melhor Experiência de Enoturismo); Cesar Curra (Personalidade do Vinho); Boccati (Loja de Vinho); e Vale dos Vinhedos (Paisagem Vitícola). A votação on-line foi realizada entre os dias 15 e 22 de novembro, diretamente no site da ABS-RS.

A entidade também elegeu, de forma exclusiva, a jornalista e sommelière Babiana Mugnol, Rádio Gaúcha Serra e colunista do jornal Pioneiro, como Embaixadora ABS-RS 2021. A distinção homenageia a personalidade que mais se destacou em divulgar as ações da associação.

Veja mais notícias sobre BrasilRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 17 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/