Pesquisa da Nelogica revela que traders investem em educação financeira

Eles buscam aperfeiçoar técnicas antes de operar maiores volumes financeiros
Quando perguntados sobre o quanto acreditam nos ganhos do mercado financeiro, a maioria dos respondentes (55,5%) demonstra sentimento positivo, identificando-se como "confiantes" e "otimistas"

Levantamento da Nelogica, empresa que desenvolve tecnologias para o mercado financeiro, revela que a educação financeira é fundamental e que investidores iniciantes ou mesmo traders profissionais buscam aprimorar os conhecimentos para operar no mercado. Os dados revelam que 83,3% dos entrevistados fizeram ao menos um curso antes de começar a operar. Apenas 16,7% iniciaram na atividade sem contar previamente com alguma orientação financeira especializada. O resultado reforça a crença da Nelogica de que esse mercado combina ciência com tecnologia e requer bem mais do que sorte para a garantia de resultados. Além de acreditar na importância da educação financeira, quando perguntados sobre o quanto acreditam nos ganhos do mercado financeiro, a maioria dos respondentes (55,5%) demonstra sentimento positivo, identificando-se como "confiantes", "otimistas" e "empolgados". Quando questionados se estão conseguindo alcançar os objetivos, apenas 27% dos entrevistados concordam, o que demonstra o quão importante é não só o estudo e a mentalidade positiva, mas a disciplina e constância para se atingir os objetivos.

"A sensação de 'não ter chegado no objetivo ainda', relatada pelos traders, se explica pelo fato de que muitos buscam largar seus empregos para viverem de trade, o que não é uma tarefa simples", explica Celso Sant'Ana, trader e psicólogo especializado no atendimento deste tipo de investidor. "Esta profissão requer muito estudo, disciplina, autoconhecimento e mudança de comportamento, além de grande equilíbrio emocional. E isso não é atingido da noite para o dia. Gosto de comparar este ofício a outras profissões, que requerem muito estudo e prática. Os médicos, por exemplo, estudam muitas vezes 10 anos até se tornarem profissionais de destaque". complementa Sant'Ana. Além do investimento em educação, os traders têm acesso hoje a tecnologias avançadas que podem diminuir o gap de ferramentas existente entre eles e os grandes investidores. "Um dos propósitos da Nelogica é prover informações de qualidade e disseminar conhecimento para a tomada estratégica de decisões no mercado financeiro. Acreditamos no potencial da sociedade em se desenvolver estando mais próxima do mercado financeiro", explica Marcos Machado, CMO (Chief Marketing Oficcer) da Nelogica.

Campeonato de Traders
Para estimular a troca de conhecimento, a Nelogica realizou no final do ano a primeira edição do Trader Week, com mentorias e um campeonato com mais de cem investidores. Ao longo de dois dias, 113 participantes operaram de forma simulada minicontratos de dólar e de índices. Anderson Campos Schran, 54 anos, empresário paranaense, da cidade de Ampére, que fez suas primeiras incursões no mundo da renda variável, foi o vencedor e recebeu a premiação de R$ 30 mil. O empresário faz parte do grupo de mais de 300 mil novos investidores que passaram a atuar no mercado de renda variável, se comparados o terceiro trimestre de 2023 ao mesmo período de 2022, quando o número de CPFs atuantes na B3 avançou de 4,5 milhões para 4,9 milhões. O CMO da Nelogica reforça a necessidade de que investidores se qualifiquem com diferentes cursos para alcançar sucessos como o de Schran. "O campeão da Trader Week é um bom exemplo de que, com educação financeira, é possível ter sucesso mesmo operando há pouco tempo", observa o executivo.

Veja mais notícias sobre Bolso & BolsaComportamentoEconomiaGestão.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/