Um trem rumo à normalidade

Trafegando em um setor essencial para a economia, a Rumo passa a registrar seus melhores índices desde o início da pandemia
O Paraná, segundo a Rumo, é o estado com maior potencial de desenvolvimento na Operação Sul

Por atuar no setor de transporte de cargas, atividade essencial para a economia do país, a Rumo se viu obrigada a "olhar para dentro de casa" e fazer uma reestruturação de suas operações para garantir que o trabalho não parasse durante a pandemia. "Todo esse esforço gerou um retorno rápido na criação de um ambiente que permitiu manter nossa rotina operacional. E, claro, reforçou nossa visão de que inovar é fundamental para seguir conquistando espaço no mercado", avalia Daniel Rockenbach, vice-presidente de operações da Rumo.

Na visão de Rockenbach, o Paraná é o estado com maior potencial de desenvolvimento na Operação Sul. Afinal, a região integra importantes ramais ferroviários com uma média de circulação de 20 trens por dia. Os produtos englobam uma vasta área da cadeia produtiva do estado – grãos, combustíveis, óleo vegetal, fertilizantes, cimento, entre outros.

Em 2020, a Rumo registrou o maior volume de granéis para exportação desde que assumiu a concessão em 2015. Foram movimentadas mais de 9,5 milhões de toneladas do norte do Paraná em direção ao Porto de Paranaguá. O projeto do "Moegão", como está sendo chamada a moega exclusiva para descarga ferroviária no Porto, pretende aumentar a capacidade de descarga diária dos atuais 80 para 390 vagões.

A renovação da concessão da Malha Paulista permitirá o investimento de R$ 6 bilhões em melhorias na operação ao longo da concessão. Em 2020, a Malha Central (Ferrovia Norte-Sul) recebeu um aporte de R$ 711 milhões para viabilizar as obras nos terminais, pontes e em dezenas de quilômetros de trilhos.

Desde 2015, a Rumo investiu mais de R$ 13 bilhões em infraestrutura, com previsão de mais R$ 17,5 bilhões até 2025 – um total superior a R$ 30 bilhões num período de 10 anos. Ainda em 2021, a Rumo também concluiu o Fuse, edital de aceleração pioneiro no setor ao apoiar iniciativas de startups com foco no desenvolvimento de propostas para reduzir o número de acidentes em ferrovias.

Este conteúdo integra o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/