Sidebar Menu

Consumidor impaciente e portos lentos aceleram digitalização dos processos aduaneiros

Plataforma digital como a da paranaense Pinho reúne recursos inéditos que evitam gastos por retenção de mercadorias
Além de acompanhar passa a passo as entregas dos clientes, sistema permite reduzir processos burocráticos e evitar prejuízos decorrentes de atrasos

De Curitiba (PR)

A pandemia mexeu com o brio dos consumidores, cuja reclusão resultou em impaciência e grande expectativa por entregas mais rápidas. No fim de junho, Harry G. Broadman registrou em artigo na Forbes que a "Covid-19 acelerou a taxa de adoção de novas tecnologias. O atual cenário geopolítico – com suas guerras e tarifas comerciais, reais e ameaçadas – reformulou o comércio global". O que era tendência, por isso, tornou-se imperativo: mapear e rastrear em tempo real as cadeias de suprimentos com recursos de automação e digitalização.

Algumas empresas responderam rapidamente a essa necessidade, como a paranaense Pinho, de longa jornada no setor de logística – e dona de marcos históricos como a importação de todos os equipamentos da usina hidrelétrica Itaipu Binacional. Lançada para fornecer em poucos cliques todas as informações necessárias à gestão da logística aduaneira, a plataforma MeusEmbarques.com (foto) tornou-se com a pandemia a ferramenta mais robusta do mercado brasileiro.

Além de acompanhar passa a passo as entregas dos clientes, ela permite reduzir processos burocráticos e evitar prejuízos decorrentes de atrasos. Os gastos com retenção de cargas, em forma de impostos de nacionalização e armazenagem de mercadorias, dispararam desde março, quando grandes portos começaram a reter cargas e a dificultar processos que são naturalmente complexos.

Atrasos na China
Com o reforço chinês do controle na recepção de mercadorias alimentícias, os contêineres que antes eram inspecionados aleatoriamente passam por um pente fino em busca de rastros do novo coronavírus. A permanência de um contêiner no país exportador, antes de 13 dias, aumentou para 17 a 20 dias. Há relatos de contêineres carregados esperando 30 dias o adiantamento de importadores. Também o tempo que o contêiner fica no país de destino chega a dobrar, pulando de três a cinco dias para 10 dias, afetando a produtividade já que o contêiner acaba sendo utilizado como uma espécie de armazém.

Pacote inédito de serviços digitais
A Pinho acelerou o investimento de R$ 2 milhões que vinha fazendo nos últimos quatro anos em desenvolvimento tecnológico para oferecer um pacote de serviços digitais inédito no país. Cerca de 100 mil processos do ramo do desembaraço aduaneiro já estão cadastrados. "A pandemia restringiu os contatos pessoais e a rotina presencial, então todos estamos debruçados no mundo digital, que precisa ser cada vez mais ágil e seguro", diz Tatiane Vigiarelli, gerente de comércio exterior da Ambev. Dentro da plataforma, a Ambev conseguiu trocar um processo burocrático e manual de envio de cartas-protesto por uma solução com assinatura digital. "Além de demorado e custoso, o processo analógico exigia o rastreamento dos documentos e armazenamento. A Pinho foi proativa com uma solução que validamos com a seguradora. Temos usado as assinaturas digitais desde então, de forma mais segura e ágil. E conseguimos uma economia de 3% nesse processo."

Economia para empresas
A MeusEmbarques.com funciona como um portal de integração também para os processos internos dos clientes. "Nosso objetivo foi garantir o acompanhamento dos processos de importação e exportação, para que as empresas possam visualizar uma série de dados e informações, relatórios de acompanhamento de status por canal, por modal etc. Clientes como a Ambev, que tem mais de 200 CNPJs, podem filtrar as consultas, um a um, o que facilita a visualização dos dados. Mas também podem fazer a gestão de acesso de usuários, criar grupos, segregar internamente que o usuário X possa acessar os CNPJs 1, 2 e 3, por exemplo. Além dos status, a plataforma permite a visualização dos eventos já realizados e dos previstos. Podem ser vistos os documentos relacionados a cada processo, prestação de contas do fluxo, com possibilidade de download", explica Mário Dalla Valle, gerente de TI da Pinho.

Ainda no portal, os usuários dispõem de um campo de busca como o Google, em que a consulta pode ser feita por palavra ou por dado relacionado ao processo. Outra funcionalidade é permitir que clientes de clientes possam também acompanhar os processos, o que aumenta a confiabilidade da cadeia de prestação de serviços. O desenvolvimento é contínuo, em diferentes formatos. As soluções oferecidas pela Pinho para as empresas também têm gerado economia no gerenciamento de cargas e importações, diante das constantes retenções nos portos. Recentemente, a empresa fez uma remoção de carga de alto valor para um porto seco (zona secundária), evitando que o cliente tivesse que arcar com os custos de impostos da nacionalização e armazenagem da mercadoria. "O cliente economizou 80% do que seria gasto, caso a mudança para o porto seco não fosse feita. Nossa expertise do dia a dia permite aplicar ações estratégicas como essa", detalha Pedro Flores de Souza, gestor de operações do Grupo Pinho.

MAIS NEGÓCIOS
Sul Brasil vira SB Crédito e aposta em retomada da economia
Responsável pela movimentação de aproximadamente R$ 3 bilhões em operações de crédito por ano, a Sul Brasil acaba de lançar um plano de ampliação de suas operações para o segundo semestre de 2020. Para marcar esta nova fase, a empresa se reposiciona no mercado com novo nome e marca, passando a se chamar SB Crédito. Com a retomada das atividades na economia, a carteira de clientes cresceu 30% em maio. "Abrimos as portas para novas empresas porque entendemos que somos parte do motor que vai ajudar no reaquecimento da economia", diz o CEO da SB Crédito, Alexandre Silveira.

A empresa também tem programada uma nova rodada de captação de recursos para o segundo semestre deste ano e participou, recentemente, do edital do BNDESPar. A iniciativa pretende financiar os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) com o objetivo de injetar capital nas micro e pequenas empresas como forma de contribuir para a retomada dos negócios. "É uma excelente iniciativa do BNDESPar e está em linha com a estratégia que já tínhamos. Se o nosso projeto for um dos escolhidos, deixaremos a próxima rodada de captação para 2021", explica Silveira.

Kronberg Leilões reposiciona marca
A empresa Kronberg Leilões, maior leiloaria do Paraná, reposicionou sua marca e mudou a identidade visual para destacar valores como a confiança e a segurança que a empresa representa no mercado brasileiro de leilões. O novo posicionamento mostra aos arrematantes, investidores e magistrados que a empresa tem experiência, estrutura e credibilidade, e protege os clientes em todos os momentos da negociação, inclusive contra eventuais tentativas de fraudes. O novo posicionamento traz o slogan "Soluções para quem vende. Oportunidades para que compra".

"A principal motivação para o rebranding foi traduzir o histórico e a atuação do leiloeiro Helcio Kronberg no mercado por meio de uma marca forte, além de ampliar seus resultados junto aos leilões extrajudiciais, aqueles em que qualquer um pode vender e comprar. Para a criação da marca, trouxemos a solidez e a credibilidade como principais percepções. O azul e o dourado remetem à austeridade que a prática exige, formando materiais mais elegantes. Os elementos que formam o K sugerem autoridade e novos caminhos. O propósito é conferir confiança e modernidade", detalha Daniel Argolo, publicitário especialista em branding e fundador da Love Brand.

De acordo com Helcio Kronberg, o reposicionamento surgiu de um mergulho da empresa na própria marca e no mercado de leilões no Brasil. Embora cada vez mais popular no segmento extrajudicial, os leilões ainda sofrem com o crescimento de sites falsos e as tentativas de fraude contra quem escolhe essa modalidade de investimento para adquirir imóveis, veículos ou outros bens. "Nosso principal desafio é passar para os arrematantes toda a credibilidade de 21 anos de experiência. Há duas décadas a Kronberg Leilões dedica seu tempo para que os leilões sejam eficientes e seguros, auxiliando a Justiça em vários segmentos e demandas.Agora queremos que essa experiência chegue também àqueles que veem o leilão como uma oportunidade de investimento, com a certeza de fazer uma compra segura, sólida e descomplicada", esclarece.

Livro ensina a vender lá fora
O empresário Kleber Fontes, diretor do Grupo Casco, assina mais um livro sobre comércio exterior. Em "Exportação Descomplicada – O seu produto além das fronteiras brasileiras" (Editora Labrador) ele ensina todos os passos para quem quer colocar seus produtos e serviços no mercado internacional. Em seu primeiro livro, "7 Passos para o Sucesso na Importação – O manual para ser bem-sucedido no comércio exterior" (Editora Labrador), lançado em 2017, Fontes dá todas as dicas necessárias para os empresários interessados em comprar produtos no mercado externo e revender no Brasil.

KD Imagem e Marca Pessoal chega ao mercado
As consultoras de imagem Dani Amorim e Karla Giacomet acabam de lançar a KD Imagem e Marca Pessoal com foco em personal branding. "Não se trata de apontar o certo ou o errado, mas sim fortalecer atitudes autênticas que passam a ser incorporadas a partir das características, do repertório de vida e dos objetivos de cada um", explica Karla. As consultoras oferecem serviços individualizados e em grupo, com temas atualizados e relevantes, nas áreas de imagem pessoal e marca pessoal, contribuindo de forma efetiva para o crescimento pessoal e relevância profissional dos clientes. Um dos produtos da empresa é o workshop online DNA marcado para os dias 2, 9, 23 e 30 de setembro, sobre a importância da marca pessoal na trajetória de uma carreira de sucesso.

Riole apresenta lâmpada para desinfecção de calçados
A Riole, empresa paranaense fundada em 1982, começou sua história artesanalmente, e hoje é reconhecida mundialmente pelas soluções tecnológicas de áudio e vídeo que vão desde sistemas de tradução simultânea, até um kit cinema para a acessibilidade de deficientes visuais e auditivos. Com a pandemia, o cancelamento dos eventos e de sessões de cinema, a empresa apostou em um novo produto. O lançamento é o UV Clean Mat, uma plataforma para desinfecção e esterilização de calçados que não exige nenhum tipo de preparação ou manutenção para seu uso, bastando ligar na tomada e começar a utilizar. "Ele mata 99% de vírus, bactérias e germes", assegura a diretora Cristiane Moro. O UV Clean Mat expõe as superfícies dos sapatos a uma alta dose de luz UV-C, um tipo de luz ultravioleta que danifica a estrutura molecular dos germes, destruindo e impedindo a reprodução.O produto está à venda por R$ 1.499.

Erastinho 1: obras chegam ao fim vencendo a epidemia
Apesar da pandemia, as obras do primeiro hospital oncopediátrico do Paraná, o Hospital Erastinho, foram concluídas no prazo pela RAC Engenharia, empresa vencedora da licitação pública. A construção respeita o conceito Green Hospital e que atende às condições de duas certificações internacionais, LEED for Healthcare e WELL Building Certification. Ricardo Luiz Cansian, presidente da RAC, explica que a iniciativa de acrescentar ao projeto original os parâmetros das duas certificações garantiu menor impacto ambiental na construção, e permite otimizar recursos e viabilizar práticas sustentáveis na operação do edifício.

Cansian explica que a certificação WELL é considerada uma ferramenta complementar à LEED, pois visa atender a demanda na busca por qualidade de vida, saúde e produtividade dos usuários aliada à sustentabilidade ambiental dentro dos espaços construídos. Tais chancelas poderão alçar o Hospital Erastinho à condição de único oncopediátrico do país a contar com a inédita dupla certificação internacional, um lastro de excelência no uso das edificações para a promoção da saúde e da redução de impacto no meio ambiente. "É um feito inovador, sem precedentes no país", assegura o presidente da RAC.

Erastinho 2: Hamburger que ajuda
Para ajudar a pagar as despesas com a construção do Erastinho, o Jeronimo Burger lançou uma campanha especial. Para participar, basta depositar R$ 15,00 diretamente na conta corrente do projeto ou fazer o pagamento via PicPay do Erastinho pelo QR Code. O valor dará direito a um cheeseburger (tamanho P) + batata frita (tamanho P). O hospital tem 4.800 metros quadrados, com 39 leitos de internamento privativos e semiprivativos para pacientes infantojuvenis em tratamento contra o câncer.

Atualmente, crianças e adolescentes são atendidos na Ala Pediátrica do Hospital Erasto Gaertner, que possui um ambulatório com três consultórios, sala de emergência, dez poltronas e três leitos para sessões de quimioterapia. A Ala Pediátrica, que recebe anualmente, em média, 150 novos casos de câncer infantojuvenil, será totalmente transferida para o Hospital Erastinho.

Kristofer Ramina traz cirurgia inovadora para o Hospital INC
A equipe do Hospital INC recebeu o reforço do neurocirurgião Kristofer Ramina. Ex-chefe da Organização do Setor de Base de Crânio e Junção Crânio Cervical na Universidade de Tübingen, na Alemanha, o profissional possui dupla nacionalidade, brasileira e alemã. Seu retorno, em abril deste ano, também trouxe uma inovadora cirurgia para retirada de tumor no crânio, ainda pouco praticada no Brasil. Ramina tem 39 anos e é formado em Medicina pela Famema (Faculdade de Medicina de Marília). Fez residência em neurocirurgia no UKT, na Alemanha, onde se tornou chefe da base de crânio no mesmo hospital, exercendo a prática de neurocirurgia por 13 anos.

Com a vivência em Tübingen, Ramina aprendeu técnicas cirúrgicas modernas e que são favoráveis aos pacientes. Uma delas é a cirurgia na posição semi-sentada, uma expertise que, com o intercâmbio entre o Hospital INC e a universidade, Kristofer Ramina quer implantar no Hospital INC como rotina. Segundo ele, já existe uma colaboração profissional entre Tübigen e o hospital curitibano para a troca de informações e realização de cursos. O convênio com a universidade alemã inclui a cooperação científica, com a publicação de trabalhos não só na Neurocirurgia, mas também na Neurologia, com possibilidade de desenvolver estudos multicêntricos.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulParanáTecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 12 Agosto 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection