Sidebar Menu

Santa Catarina pode entrar em colapso em razão do coronavírus

Estudo da Universidade do Vale do Itajaí acompanha maior incremento de casos desde o início de abril
Em uma semana, o número de casos confirmados quase dobrou, passando de 1.200 pessoas para mais de 2.519

Neste início do mês de maio, Santa Catarina passou do 11º lugar (27 de abril) para o 9º lugar (3 de maio) no número de casos registrados entre os 27 estados brasileiros, sendo também o estado com o maior número de acometimento do novo coronavírus no Sul do Brasil. O estado está em 16º lugar (52) no país em número de óbitos e sua taxa de acometimento está em 2,06%. No período de um mês, as análises comparativas apontam um incremento de 737% de casos de Covid-19 e de 940% de óbitos de pessoas acometidas pela doença.

O levantamento, realizado pelo Laboratório de Conservação e Gestão Costeira da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), com base nos dados no Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Santa Catarina e Defesa Civil de Santa Catarina, acende o alerta. Técnicos do Ministério da Saúde afirmaram que Santa Catarina pode ser o próximo estado a ter um colapso no sistema de saúde, assim como tem acontecido com o Amazonas e Ceará, por exemplo.

Em uma semana, o número de casos confirmados quase dobrou, passando de 1.200 pessoas para mais de 2.519. De acordo com o governo estadual, Santa Catarina está com 20,2% de ocupação nos 421 leitos de UTI reservados para pessoas com Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Um total de 207 pacientes já teve alta da UTI para leitos de enfermaria desde o início da pandemia. O afrouxamento do isolamento social em algumas regiões também pode ser um fator que aumente rapidamente a lotação de leitos.

Atualmente, 135 municípios já possuem casos da doença, o que significa que a cada 2,1 cidades, uma já possui pelo menos um acometimento do vírus (45,7% dos municípios catarinenses). A faixa de idade com maior acometimento da Covid-19 é entre 30 e 39 anos com 25% dos casos (632 casos). Os dados analisados sinalizam que todas as regiões de Santa Catarina já possuem casos do novo coronavírus. No entanto, a região de Florianópolis, a qual tinha maior acometimento do vírus, foi ultrapassada pela Macrorregião Sul com 523 casos ou seja 20,76% dos pacientes positivos.

Sobre a evolução da doença nas duas últimas semanas, o grupo da Univali alerta que, na região do Grande Oeste houve um incremento de 1.047% dos casos, com destaque para Chapecó que teve um aumento de 2.450% de casos e, em uma semana, o número de casos aumentou em 595,4%. Hoje são 19 municípios no Grande Oeste tem a presença do vírus, sendo que há duas semanas eram apenas sete.Já no Meio Oeste e Serra Catarinense, o incremento foi de 631,7% de casos (o município de Concórdia teve um incremento de 4.300% de casos em duas semanas); o Alto Vale do Itajaí teve aumento de 197,5% (Blumenau com incremento de 198% de casos em duas semanas e 122,7% em uma semana); e a Macroregião Sul teve um incremento de 158,9% de casos. 

Na noite desta segunda-feira (4) o governador Carlos Moisés afirmou que, devido ao aumento de casos em cidades do Oeste, muito provavelmente serão necessárias ações específicas na região. Moisés deu a entender que será preciso fazer com que os municípios voltem a adotar o isolamento social de forma bem mais firme. "Os prefeitos podem adotar medidas mais restritivas, conforme está descrito no último decreto. O Ministério da Saúde divulgou esse aumento de um dia para outro, mas foram coletados em mais dias, não apenas em um único. Temos de esclarecer isso ainda diretamente com o Ministério da Saúde", declarou. 

Veja mais notícias sobre CoronavírusSanta CatarinaSaúde.

Veja também:

 

Comentários: 2

Rafael Corrêa de Oliveira em Segunda, 04 Mai 2020 19:57

Tristeza uma mídia que busca números em porcentagem para obter mais dígitos. Falam em porcentagem, mas não divulgam os números reais.

Tristeza uma mídia que busca números em porcentagem para obter mais dígitos. Falam em porcentagem, mas não divulgam os números reais.
GISVALDO CESA em Terça, 05 Mai 2020 18:19

O município de Concórdia teve um incremento de 4.300% de casos em duas semanas. Qual foi o cálculo para esse percentual?

O município de Concórdia teve um incremento de 4.300% de casos em duas semanas. Qual foi o cálculo para esse percentual?
Visitante
Segunda, 03 Agosto 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection