Curitiba ganha projeto inédito para monitorar mudanças climáticas

Painel possui um simulador capaz de gerar cenários até 2050, com relação às emissões de gases de efeito estufa
Trabalho do Sistema Fiep visa envolver a sociedade em ações que reduzam os impactos ambientais no planeta

Um projeto inovador do Senai/PR, apresentado por meio do Observatório do Sistema Federação das Indústrias do Estado Paraná, foi lançado na quarta-feira (23), no Campus da Indústria, em Curitiba. Trata-se do Painel de Indicadores de Mudanças Climáticas de Curitiba, uma plataforma virtual de acesso público para monitorar indicadores relacionados às mudanças climáticas, com análises profundas e acesso a documentos locais, nacionais e internacionais. O painel será atualizado periodicamente com informações que vão ajudar a avaliar as mudanças climáticas na capital paranaense e subsidiar a implementação de políticas que reduzam emissões de gases de efeito estufa e os impactos ambientais na cidade (os usuários poderão acessar gratuitamente o painel neste link e simular situações reais).

O trabalho conduzido pelo Observatório Sistema Fiep foi selecionado em 2020 num edital do Google, com financiamento do Action Fund Brazil operacionalizado pelo ICLEI – International Council for Local Environmental Initiatives, associação internacional de autoridades locais vocacionadas para a prevenção e resolução de questões ambientais, presente em mais de 100 países. Implementado em parceria com a Prefeitura Municipal de Curitiba, o projeto foi financiado pelo o Google.org e construído coletivamente por representantes da sociedade, do poder público municipal e estadual, de institutos de pesquisa, universidades, empresas e o terceiro setor.

O presidente do Sistema Fiep, Carlos Valter Martins Pedro, destacou a qualidade técnica da equipe do Observatório e a parceria com o poder público e instituições de ensino. "Importante a união de todos em torno do tema mudanças climáticas e fundamental para a indústria poder contar com dados tão valiosos de Curitiba, que serão gerados de forma online e atualizados periodicamente", comentou.

O gerente do Observatório, Sidarta Ruthes, contou que o painel passou por várias fases de execução. "As etapas definiram os eixos temáticos, os indicadores que serão monitorados, a prospecção de bases de dados, o desenvolvimento de modelos de análise, a criação efetiva da plataforma e como seria a governança e gestão do projeto", explica. Segundo ele, os indicadores estão distribuídos nas categorias energia, mobilidade e transporte, saneamento, qualidade ambiental e urbana, aspectos socioeconômicos e estratégias e políticas.

Também será disponibilizada um simulador, capaz de gerar cenários até 2050, com relação às emissões de gases de efeito estufa. "O painel permite uma visão holística dos indicadores e medidas de mitigação das mudanças climáticas, que podem contribuir tanto para o subsídio de políticas públicas mais assertivas, quanto para maior disseminação de informações para a sociedade curitibana, contribuindo para maior consciência sobre o tema", garantiu Ruthes.

Quer saber mais sobre sustentabilidade?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre AMANHÃ SustentávelParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/