O risco de jogar tudo para o alto neste momento

O mercado está calejado – e não somente na sua empresa ou área
A pandemia tem impactado diretamente na rotina das empresas e a economia sofre para deslanchar

O período que vivemos atualmente é bastante delicado para o mercado de trabalho. Essa não é uma visão pessimista, mas realista do cenário que se apresenta. O Brasil todo acumula uma fatia próxima de 14 milhões de brasileiros sem emprego formal. A pandemia tem impactado diretamente na rotina das empresas e a economia sofre para deslanchar, visto que o controle da doença ainda é algo incerto. Resultado: não se avista, a curto prazo, uma retomada expressiva em novas contratações.

As movimentações dentro das companhias ocorrem, mas conforme a necessidade. Para quem está empregado, existem ainda outros desafios a serem enfrentados. Um deles é o alto grau de exigência na produtividade. Outro ponto que posso citar é o estresse que a pandemia traz para a rotina, aliado à sensação de que, mais dia ou menos dia, a empresa pode passar por reestruturação, exigindo cortes no quadro pessoal. Muitos profissionais com quem tenho conversado têm relatado a vontade de mudar de ares, trocar de empresa ou de área de atuação para tentar aliviar essa carga. A principal pergunta que me fazem é: "Bernt, devo fazer isso neste momento?"

Minha dica é que não existe uma receita para essa decisão na carreira. Sempre haverá que se pôr na balança os prós e contras para essa atitude. Contudo, sou realista: exatamente neste momento de pandemia, o risco de se jogar tudo para o alto é potencializado. O mercado está calejado e isso não é algo que ocorre somente na sua empresa ou área. É bem provável que, em uma eventual troca de companhia ou de setor, você encontre cenários parecidos, com graus de dificuldades distintos. Caso você se sinta nesta condição, busque sempre conversar com o seu gestor para minimizar sua ansiedade.

Além disso, ajuste suas contas e tarefas pessoais. Isso evitará que sua vida financeira agregue ao estresse diário. E, por último, somente tome a decisão de largar o trabalho atual se já tiver algo em vista. O momento pede isso. Dê tempo ao tempo e arrume a casa. Esse cenário pandêmico, embora trágico e com consequências em todas as áreas, tende a terminar em médio prazo. Até lá, redobre sua atenção ao trabalho e tome suas decisões em cima de fatos concretos da sua vida profissional e sólidos em relação ao mercado de trabalho.

Veja mais notícias sobre Recursos HumanosCarreira.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection