Sidebar Menu

Uninter: democratizando o conhecimento

O case a seguir faz parte do livro “Paraná – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ. A popularização do modelo de educação a distância (EAD) tornou-a praticamente um sinônimo de acesso à tecnologia, refletindo os tempos atuais de amplo aces...
Uninter: democratizando o conhecimento

O case a seguir faz parte do livro “Paraná – Grandes Marcas”, publicado pelo Instituto AMANHÃ.

A popularização do modelo de educação a distância (EAD) tornou-a praticamente um sinônimo de acesso à tecnologia, refletindo os tempos atuais de amplo acesso à internet. No entanto, esse modelo já é secular. Data de meados de 1904 o primeiro curso profissionalizante por correspondência no Brasil. Após essa fase, tornaram-se comuns os cursos por rádio e televisão. O advento da internet – considerada a principal ferramenta do EAD – e a popularização dos microcomputadores pessoais impulsionaram a modalidade. A terceira geração da educação a distância, e seu formato de videoaulas transmitidas via satélite, ganhou fôlego no início dos anos 2000, culminando com a regulamentação legal da atividade no país e com a validação dos cursos superiores. Passado mais de um século, estima-se que, hoje, cerca de 1,5 milhão de pessoas utilizam o EAD para acessar conteúdos educativos e capacitantes em tablets, notebooks e celulares. Embora mude a plataforma e o suporte, a educação a distância mantém o princípio de possibilitar o ensino ao maior número de pessoas, promovendo a democratização da educação. É com base nessa missão e no caráter inclusivo da EAD que um dos maiores grupos de educação do país pauta sua atuação.

Com a implementação dos primeiros cursos de educação a distância, em 2003, teve início a história do grupo Uninter nessa modalidade. A iniciativa partiu de seu fundador, o professor Wilson Picler, que sonhava em levar a educação praticada na Universidade ainda mais longe. A trajetória de sucesso no mercado educacional começou a ser traçada em 1996, quando Picler criou em Curitiba o Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão (IBGPEX). O Instituto tinha como missão inicial capacitar professores do ensino básico a partir da oferta de cursos de pós-graduação presencial. O sucesso imediato, aliado ao seu pioneirismo, fez com que a instituição ampliasse a operação vislumbrando uma oportunidade de crescimento. Assim, nos anos 2000, foram criadas a Faculdade Internacional de Curitiba (FACINTER) e a Faculdade de Tecnologia de Curitiba (FATEC) com a oferta de cursos tecnólogos e de graduação.

Em 2003, o desafio era ampliar a oferta de cursos para todo o Brasil na modalidade a distância. Para garantir que todos alunos do Grupo tivessem acesso a materiais de qualidade para estudo, em 2006 foi fundada a editora Intersaberes – que já acumula mais de mil livros publicados, voltados ao público acadêmico e utilizados em todo o país. O ritmo acelerado de crescimento levou a fusão da Facinter e da Fatec, em 2012, surgindo o Centro Universitário Internacional Uninter. Com a transição de modalidade e titulação de Centro Universitário, o Grupo ganhou maior autonomia para o lançamento de cursos e ampliação da atuação no cenário nacional. Com sede em Curitiba, conta hoje com mais de 600 polos de apoio presencial estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, que atendem mais de 210 mil alunos. Na capital paranaense, a instituição possui quatro campi e dez estúdios de gravação para as videoaulas. Para atender a toda a sua infraestrutura, são 2 mil colaboradores.

A Uninter é reconhecida por oferecer cursos avaliados pelo Ministério da Educação com notas 4 e 5, tanto na modalidade presencial quanto na semipresencial e a distância. São mais de 100 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação e extensão. Na graduação, seus cursos são divididos por escolas: politécnica; de gestão pública, política, jurídica e segurança; de saúde, biociência, meio ambiente e humanidades; e de educação. Já na pós-graduação, concentra seu ensino em dez áreas: negócios, psicologia, saúde, serviço social, desportiva, jurídica, educação, engenharias, gestão pública e meio ambiente.

Com mais de 500 mil alunos formados desde sua fundação, a instituição se afirma como o maior centro universitário do país e como a segunda maior instituição em EAD. Ainda na modalidade de educação a distância, a Uninter foi a marca mais lembrada sete vezes consecutivas pelos alunos do Prêmio Top Educação, pesquisa da revista Educação. Além disso, é reconhecida internacionalmente como a melhor instituição EAD no Brasil, pela Corporate Excellence Awards.

Educação inclusiva
Arraigada no seu compromisso de democratizar o acesso à educação, buscando levar conhecimento para diversos municípios brasileiros, a Uninter abre suas portas para todos os perfis de alunos. Nesse aspecto, um orgulho do Centro Universitário é a inclusão em aldeias indígenas e ilhas de pescadores. Além das diversidades regionais, o quadro de estudantes da instituição é composto por alunos com variados objetivos e realidades financeiras. Para abrigar um maior número de estudantes e facilitar o acesso de mais pessoas ao ensino superior, a Uninter propõe parcerias e convênios com empresas de diversos segmentos.

Para cumprir com afinco sua missão, a instituição busca constantemente soluções inovadoras na área educacional e novas formas de pensar o ensino. Recentemente, inovou ao enviar kits para estudantes de cursos de Engenharia, Jornalismo e Publicidade e Propaganda. Os kits contém equipamentos de última geração para incentivar a prática da profissão em qualquer lugar.

Em 2018, a Uninter lançou o novo modelo de Educação 4.0, que personaliza o ensino para a realidade do aluno. Os novos cursos flex permitem a escolha parcial da grade curricular de acordo com a carreira pretendida pelo estudante, com suas necessidades e as do mercado. Essa autonomia e protagonismo já na estrutura da matriz curricular permite uma formação singular, criando um diferencial competitivo no portfólio do estudante. Com isso, ele aprende também a gerenciar sua carreira, contando com serviço individualizado de planejamento profissional: baseado em objetivos profissionais de longo e médio prazo, o aluno recebe aconselhamento sobre quais disciplinas podem ajudá-lo a compor a grade ideal.

A Uninter procura manter o seu projeto pedagógico atualizado e conectado à realidade e às demandas profissionais atuais, a fim de preencher as lacunas de ensino que o mercado tem exigido. Um exemplo é o curso de Marketing Digital, recentemente lançado. Em 2018, o Centro Universitário lançou 18 novos cursos na modalidade EAD, dois deles inéditos no Brasil: Tecnólogo em Investigação Profissional: Habilitação para Detetive Particular, e Educador Social. Outro exemplo desse espírito inovador é a disponibilidade de um sistema próprio de armazenamento em nuvem que permite o compartilhamento e arquivamento de documentos e dados dos seus estudantes. Tudo visando a oferecer boas experiências de aprendizagem e impactando o sucesso profissional dos seus alunos.

Compromisso com o desenvolvimento
Além de contribuir para um futuro melhor pelo acesso à educação, a instituição mostra-se preocupada com o desenvolvimento socioambiental do país. Para engajar seus alunos nessas iniciativas, a Uninter criou o IBGPEX de Responsabilidade Socioambiental – Instituto Brasileiro de Graduação, Pós-Graduação e Extensão –, que tem como missão a inclusão social por meio da educação.

Nos diferentes cursos do Centro Universitário, o Instituto elabora projetos, identifica o objeto da área de conhecimento específico e o articula com ações sociais, eventos e campanhas, oportunizando aos acadêmicos a vivência e a produção na sua área de formação, direcionadas a grupos e pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social. Dentre os principais objetivos estão a inclusão social de adolescentes, jovens, idosos, mulheres e pessoas com deficiência nas temáticas de educação, cidadania, inclusão social, digital, cultural, qualificação profissional, inserção no mercado de trabalho, empreendedorismo e qualidade de vida. A Uninter realizou, em 2017, em parceria com o IBGPEX, o Feirão de Empregos e Profissões, disponibilizando 3 mil oportunidades de trabalho a 14 mil pessoas que circularam pelo evento em busca de recolocação. Ao longo de sua história e com suas iniciativas inovadoras, a Uninter prova o poder da educação para transformar a realidade brasileira.

Veja mais notícias sobre Paraná Grandes Marcas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 03 Dezembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection