PipeRun compra 5hub e incorpora atendimento em múltiplos canais

Juntas, as empresas de CRM e conversational commerce somarão 90 profissionais e faturamento anual recorrente de R$ 12,5 milhões
Fausto Reichert (à esq) e Cezar Augusto Gehm, CRO e CEO da PipeRun, e Sandro Wegner, CEO da 5hub. Na frente: Jonas Schen (à esq) e Matheus Rosa, CTO e CIO da 5Hub, e Osvaldo Gehm, CTO da PipeRun

Mais de 150 milhões de brasileiros usam todos os dias WhatsApp, Telegram, Messenger e Instagram. De olho nas grandes oportunidades de vendas que esses canais oferecem, a PipeRun anunciou, na quinta-feira (13), a compra da 5Hub, startup que atua no mercado de conversational commerce — que é a conversa em tempo real entre marcas e clientes através de diversas plataformas, com uso da tecnologia. Juntas, as companhias vão chegar a 90 profissionais e um faturamento recorrente anual de R$ 12,5 milhões.

Com essa aquisição, a plataforma de aceleração de vendas passa a incorporar a frente de atendimento omnichannel, atuando de ponta a ponta no processo. Com origem em Caxias do Sul (RS) e presença nacional, a 5hub atende mais de 100 grandes empresas, incluindo marcas como Marcopolo, Brinox, Martiplast, Santa Clara, QI Faculdade e Famiglia Valduga. Atua em toda a área de atendimento: da captura de leads e vendas até o pós-vendas com o controle de protocolos e tabulação de dados, contemplando ainda o módulo de pesquisa de satisfação (C-Sat).

CEO da PipeRun, Cezar Augusto Gehm Filho conta que as duas empresas são parceiras desde 2018 e cresceram juntas. "Foi algo natural, que decorreu da nossa proximidade. Unidos, vamos conseguir ter uma oferta mais completa ao mercado, que é gigantesco. Aceleração de vendas e atendimento omnichannel estão altamente relacionados", destaca Cezar, que lidera a salestech ao lado dos sócios Osvaldo Gehm e Fausto Reichert. A startup registra expansão de 500% na receita recorrente mensal desde 2019 e deve dobrar, mais uma vez, de tamanho em 2022.

Complementaridade e sinergia
À frente da 5hub, o CEO Sandro Wegner ressalta que há uma identidade clara entre as duas startups. "Nós nos conhecemos há um bom tempo e temos uma sinergia grande de valores e de cultura. Nossa empresa lançou algo praticamente inédito há dois anos, respondendo a uma dor de muitas companhias: uma ferramenta que unifica o atendimento de vários canais. Deu certo, e logo conquistamos clientes importantes e conseguimos dobrar de tamanho a cada seis meses", afirma, detalhando que a plataforma integra WhatsApp, Messenger, Instagram, e-mail, telefonia por voz, SMS, chatbot e Telegram. Recentemente, ficou no top 10 das melhores startups do Brasil do Sebrae Like a Boss, que contou com mais de quatro mil inscritos. Além disso, integra o programa de inovação do Instituto Hélice.

Segundo Wegner, a expansão dos negócios ocorre devido a uma questão de mercado que tem gerado preocupação às empresas. "O nicho de conversational commerce cresce em ritmo acelerado. Não estar disponível nos canais de comunicação que os leads e clientes preferem virou uma falha grave para as marcas brasileiras. Não é mais admissível", analisa o CEO da 5hub, revelando que novas funcionalidades serão anunciadas em breve, a partir da realização de investimentos. Com o suporte da PipeRun, os upgrades nos produtos também serão mais rápidos.

Integração com independência
Os executivos deixam claro que, mesmo com a aquisição, cada startup seguirá trilhando um caminho de autonomia. "Os produtos da 5hub continuarão com vida própria e poderão ser comercializados independentemente do nosso CRM de Vendas. E vice-versa. Nada muda com a ampla rede de integrações que foi formada até aqui, que seguirá em expansão", pontua Fausto Reichert, Chief Revenue Officer (CRO) da PipeRun, que totaliza mais de 500 parceiros homologados, inclusive outros players de conversational commerce.

O processo de integração entre os times já está em andamento e deve ser concluído até o final do ano. A equipe da 5hub será absorvida, e os sócios-fundadores Sandro Wegner, Matheus Rosa e Jonas Schen seguirão na operação. "Temos diversas vagas abertas na PipeRun e dificuldade de preenchê-las, um fenômeno que muitas operações de tecnologia estão enfrentando. Com a chegada do time da 5hub, contaremos com o reforço de 15 profissionais altamente especializados. Isso agrega muito", diz Fausto Reichert, acrescentando que o escritório de Caxias do Sul da adquirida será ampliado, buscando atender os clientes de ambas as companhias na Serra Gaúcha. "Estamos construindo uma transição suave para todos. Muito mais do que empresas de software, somos empresas de gente", complementa.

Essa é a primeira ação de M&A da PipeRun, que foi listada no ranking Exame Negócios em Expansão entre as empresas de pequeno e médio porte que mais cresceram em receita líquida no Brasil entre 2020 e 2021. Desde sua fundação, em 2017, a salestech optou pelo caminho do bootstrapping, contando apenas com recursos próprios. "Até aqui, nosso crescimento foi totalmente orgânico. Com essa aquisição, agregamos um novo componente à nossa trajetória de expansão. Vamos consolidar esse modelo. E já temos no nosso pipeline outras oportunidades de compra", conclui o CEO Cezar Augusto Gehm Filho.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/