Os passos estratégicos que colocam a GetNet em evidência global

A decisão do Santander de tornar a companhia uma operação independente do grupo dá asas para o crescimento da operação criada no Sul
Se antes a Getnet já trabalhava com autonomia, depois da emancipação reforçará a tendência de operar com diferentes players do mercado

A listagem na B3 e na Nasdaq, muito bem planejadas e com grandes resultados em sua estreia, colocaram a Getnet em projeção para o mercado mundial. Depois de se emancipar do Banco Santander, a empresa de maquininhas de pagamento nascida em Campo Bom (RS) se robustece como líder em transações no e-commerce, com 33% de market share, oferecendo produtos e serviços que ajudam na gestão dos negócios, especialmente no e-commerce. A perspectiva é favorável diante do novo comportamento social, que, segundo a Getnet, veio para ficar. Afinal, mesmo com a retomada das vendas físicas, os hábitos já são outros e os consumidores permaneceram no ambiente digital.

A decisão do Santander de tornar a Getnet uma operação independente do grupo dá asas para o crescimento da maior empresa do setor de Informática e Automação do ranking 500 MAIORES DO SUL. Se antes a Getnet já trabalhava com autonomia, depois da emancipação reforçará a tendência de operar com diferentes players do mercado.

Pedro Coutinho, CEO da Getnet, explica que, além do trabalho envolvendo a cisão, houve esforços para aumentar a presença da marca no e-commerce e manter investimentos em outras frentes de negócios. Um exemplo desta estratégia foi a aquisição da EyeMobile, que incrementou o portfólio de serviços, principalmente para PMEs com soluções integradas.

A Eyemobile tornou-se referência em tecnologias de gestão para empreendedores que iniciam suas vendas pela internet e disponibiliza aplicações integradas aos sistemas operacionais como Android, iOS e navegadores em máquinas de pagamento com conexão à internet. "Aprimoramos também nosso conciliador financeiro com uma nova plataforma, que oferece ferramentas modernas e arquitetura robusta para melhorar a experiência com o produto", assinala Coutinho. No terceiro trimestre, a Getnet obteve um lucro líquido de R$ 94 milhões. Caixa, pelo visto, não faltará para novas investidas.

Este conteúdo integra o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/