Havan desiste de realizar IPO pela segunda vez

Plano será retomado em momento oportuno
A empresa catarinense informou que a desistência do pedido de registro pela CVM ocorreu de maneira voluntária

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou que indeferiu o pedido de registro de companhia aberta pela Havan, interrompendo planos da varejista de uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) pela segunda vez.

A empresa catarinense informou, por meio de nota, que a desistência do pedido de registro pela CVM ocorreu de maneira voluntária por parte da companhia. "Tal decisão foi informada formalmente a CVM em 12 de maio de 2021, tão logo, a publicação do indeferimento nesta segunda-feira, 23, resulta da decisão já tomada pelo grupo", declara o documento.

A Havan optou pela suspensão do processo em razão do atual planejamento estratégico da companhia. "Adicionalmente, pelas mesmas razões, e como consequência da desistência mencionada acima, a empresa decidiu por não prosseguir com o pedido de admissão e listagem no segmento do Novo Mercado da B3. Assim, por ora, a Havan adia a intenção de realizar sua Oferta Pública Inicial de Ações, que será retomada em momento oportuno e devidamente informada", relata a nota.

O dono da Havan, Luciano Hang, enfatiza que a rede segue com o seu projeto de expansão. "Isso não afeta o nosso propósito de seguir plantando lojas pelo Brasil e gerando oportunidade para os brasileiros. Seguimos firmes e fortes, assim como viemos fazendo nestes 35 anos", revelou.

Quer saber mais sobre mercado de capitais?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ. 

Veja mais notícias sobre Mercado de CapitaisEmpresaSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 21 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/