Planalto Transportes entra com pedido de recuperação judicial

Pandemia impactou receita da companhia gaúcha
De acordo com a empresa, nem mesmo a implantação de diversas ações de redução de custos foram suficientes para enfrentar a queda da receita

A Planalto Transportes, uma das mais tradicionais empresas do ramo no Rio Grande do Sul, entrou com pedido de recuperação judicial na 3ª Vara Cível de Santa Maria. Com o pedido, a empresa deve elaborar um plano de pagamento de credores. A empresa afirma que se trata de uma medida protetiva.

De acordo com a companhia, a limitação de ocupação nos veículos de transporte de passageiros e o impedimento de circulação de ônibus por vários meses em determinados mercados em razão da pandemia, impactaram profundamente a receita da Planalto, principal empresa do Grupo JMT.

"Nem mesmo a implantação de diversas ações de redução de custos e despesas foram suficientes para enfrentar a queda da receita e aumento de custos, como os combustíveis que tiveram reajustes superiores a 40%", revela o comunicado ao mercado enviado pela companhia.

A Planalto também comunicou que continuará operando todas as linhas, mantendo as mesmas frequências de dias e horários. A empresa possui aproximadamente 100 linhas interestaduais, intermunicipais e internacionais. Somente no Rio Grande do Sul são cerca de 80 linhas intermunicipais.

Veja mais notícias sobre JustiçaEmpresaRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection