Tarifa de gás natural cairá 9,4% a partir de janeiro em SC

O efeito estimado será diferente para cada grupo de usuários
A maior queda, de 10,8% será para a tarifa industrial; a comercial terá retração de 8,2%; a residencial, de 7,1% e o GNV terá redução de 1,9%

A Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) anuncia a redução de tarifas do gás natural em média de 9,4% a partir de 1º de janeiro. O efeito estimado será diferente para cada grupo de usuários. A maior queda, de 10,8% será para a tarifa industrial; a comercial terá retração de 8,2%; a residencial, de 7,1% e o GNV terá redução de 1,9%. Os percentuais são resultados do cálculo das tarifas do insumo em Santa Catarina com base na conta gráfica usando dados semestrais. Também entrou no cálculo do segundo semestre de 2022 a redução de 5% no preço do gás natural concedida pela Petrobras em outubro.

O preço do GNV terá redução menor porque ele já caiu em meados do ano em função da lei complementar nacional número 194, quando o governo federal zerou PIS, Cofins, Pasep e Cide sobre combustíveis até janeiro de 2023, afirma o diretor de energia e gás da Aresc, engenheiro Silvio Rosa. "O preço do gás natural está caindo, a princípio, pois a Europa estocou tanto o insumo para o inverno deles, que está sobrando agora. Mas também tem a questão contratual da SCGás, que reduz o preço do Brent de 17% para 14%. É o percentual sobre o preço de óleos, que determina o reajuste do gás no contrato que ela tem com a Petrobras", explica.

O presidente da Aresc, João Carlos Grando prevê que a redução do valor vai influenciar positivamente no consumo. "A agência reguladora busca sempre garantir ao consumidor a melhor tarifa possível, o equilíbrio de uma modicidade tarifária e auxiliar na boa prestação de serviço pela SCGás", acrescenta. O repasse do custo do gás natural para as tarifas é feito duas vezes por ano, em julho e janeiro, conforme a resolução nº 73 da Aresc. Ao longo do semestre, a SCGás fornece informações mensalmente, a agência reguladora avalia esses dados e publica.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 13 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/