Investidores chineses conhecem projetos de ferrovias catarinenses

Planos foram apresentados para a CRCC, uma das maiores construtoras do mundo
Representantes da China Railway Construction Corporation verificarão a viabilidade técnica e de demanda dos projetos

Os dois projetos de ferrovias que estão em desenvolvimento em Santa Catarina foram apresentados para os representantes da China Railway Construction Corporation (CRCC), uma das maiores construtoras do mundo. A comitiva conheceu os detalhes do projeto executivo do trecho que liga Araquari a Navegantes. São 60 quilômetros que conectarão o Complexo Portuário de Itajaí à malha ferroviária nacional. O outro estudo apresentado foi o projeto básico de 319 quilômetros da ferrovia que ligará Chapecó a Correia Pinto. A proposta conectará o Oeste catarinense com a malha nacional, permitindo também acesso ao litoral catarinense.

"O importante neste momento é que iniciamos uma aproximação com os investidores. Sabemos que há interesse de cargas para transportar, o que dá viabilidade para as ferrovias. Vamos seguir discutindo para avançar nas propostas", afirmou o secretário de Estado de Portos, Aeroportos e Ferrovias (SPAF), Beto Martins. Segundo o secretário de Articulação Internacional, Juliano Froehner, o encontro desta terça-feira atesta que o governador Jorginho Mello acerta ao trabalhar a internacionalização de Santa Catarina para o benefício da população catarinense. "A SAI atua diariamente para criar conexões e cooperações comerciais com empresas estrangeiras que queiram investir e se instalar no estado."

"Vamos estudar as informações que recebemos hoje e verificar a viabilidade técnica e de demanda dos projetos. Nossa empresa tem expertise na construção de ferrovias e grandes obras. Temos interesse nessa e em outras áreas como saneamento e infraestrutura", avaliou o diretor Regional da América Latina da CRCC, Raul Liu. A CRCC tem operações em mais de 130 países. Atua na contração, planejamento, investimentos, desenvolvimento de projetos imobiliários, industriais, logística, proteção do meio ambiente, financiamento industrial e outros negócios.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/